Avançar para o conteúdo principal

Imagine


Imagine all the people living in peace, having a home, food and work. Imagine a happy world.

Brown Eyes

Comentários

✿ chica disse…
Feliz 2015! bjs, chica
João Roque disse…
Quase uma utopia...
Bom Ano!!!
redonda disse…
Bom Ano!
um beijinho
Gábi
Mary Brown disse…
Chica espero que tenhas tudo o que desejas para 2015. Obrigada por estares sempre comigo. Beijinhos
Mary Brown disse…
Rosa seria muito bom e todos merecemos ter o básico, não pedimos demais, apenas termos o que qualquer ser humano merece. Beijinhos e espero que 2015 seja o que pediste.
Mary Brown disse…
João essa utopia em alguns países é real. Vi, há uns dias uma reportagem sobre os benefícios que tem um trabalhador na Inglaterra e fiquei com a certeza que nós somos um pobre país onde os poucos direitos que tínhamos desapareceram. Há países onde quem trabalha e quem quer trabalhar são ajudados pelo Estado e o nosso ajuda os malandros e rouba quem trabalha. Esperemos que esta realidade seja alterada em 2015. João espero que tenhas entrado com o pé direito em 2015 e que tenhas tudo o que pediste, o fim da distância entre quem amas, por exemplo, e muita saúde para a tua Mãe. Beijinhos e obrigada por estares sempre presente.
Mary Brown disse…
Gábi obrigada. Um bom 2015 para ti também. Que ele te traga tudo o que pediste. Beijinhos
Fê blue bird disse…
Minha querida amiga, um mundo assim, como imaginava John Lennon, não existe nem nunca existirá enquanto houver desigualdade social e falta de respeito pela dignidade dos ser humano.
No entanto o que seria de nós sem imaginação e capacidade de sonhar.

Beijinho grande e feliz 2015!
Mary Brown disse…
Amiga eu sou peixes, sonhadora e estou muitas vezes num mundo de sonho, quando sou obrigada a acordar é um sofrimento. No meu mundo tudo é possível, basta querermos. Beijinhos
Carmem Grinheiro disse…
Olá Mary Brown,
A gente até imagina, mas daí a concretizar, vai uma longa distância que uma vida inteira não chega para percorrer.
O próprio Lennon sofreu as consequências do mundo louco em que vivemos.
Nosso mundo é feito de guerras, injustiças, máfias, peste e fome.
E embora haja no meio disto, uns poucos iluminados que conseguem marcar a diferença e melhorar uma parcela deste imbróglio em que vivemos, há gente a mais vivendo para destruir e vivendo da destruição de tudo: de paz, de povos, de economia, de organização, enfim: tudo.
Nosso próprio país está vivendo um caos sócio-económico a que foi levado por um punhado de alguns incompetentes e outros tantos corruptos que deixaram que um país inteiro se desmoronasse.
E agora vivemos na incerteza de que o remédio nos consiga salvar, posto que os efeitos secundários são terríveis de suportar.
Embora sonhe com o que Lennon nos propõe na sua música, não acredito que meus netos, ou bisnetos, um dia, consigam viver num mundo melhor do que o que temos.
Expandi-me no comentário, mas a alma saltou cá para fora.

Que 2015 nos traga algum raio de sol
bj amg
Mary Brown disse…
Carmen em primeiro lugar vou agradecer-te o teu comentário, que dizes longo, porque ficou claro que este tema não te foi indiferente, é o que se procura quando se publica algo e muitas vezes não se consegue. Dizes e bem que john Lennon pagou com a própria pele a loucura que existe neste mundo. Ela é tão grande que por vezes nem acreditamos quando ouvimos certas noticias e por mais que consigamos imaginar coisas más a realidade acaba por nos superar sempre. O que se passa em Portugal, na Europa, no mundo faz-nos pensar que já não há solução para a maldade e crueldade humana mas não esquecermos isso, se não sonharmos acabamos por nos destruir o que, afinal, é isso que eles pretendem. Acho até que quem se suicida fá-lo porque deixou de sonhar e passou a viver da realidade. Para mim, que sou sonhadora, que continuo a acreditar no futuro, a beleza, a bondade que ainda existe neste mundo acabará, um dia, de vencer a ruindade. Eu sonho com um mundo como o que é descrito, eu acredito que o bons são recompensados e os maus serão destruídos, leve o tempo que levar e por isso eu continuo a manter a mesma postura, a viver de valores, a tentar ser justa e, por isso, mesmo sabendo que estou a perder, não me junto à corja. Carmen quem sabe nós não seremos ainda testemunhas desse mundo? Beijinho Grande, muitos raios de sol em 2015
Mary Brown disse…
aryh884 aryh884 depreendo que isto seja publicidade mas, a dona deste blog, infelizmente é contra a publicidade.
For leaders who wish to develop their leadership qualities for survival in this competitive world, MARG offers the best leadership training in Bangalore, that provides an in-depth insight into how to guide the team to rise against all odds for a better future.
Soft Skills Skills Training in Bangalore | Communication Skills Training in Bangalore
Mary Brown disse…

Prescilla thanks for the information to be very useful for those who want to lead anyone . I just want to know how to live happy, little ones, a lot to me .

Mensagens populares deste blogue

Ineptocracia

Num dia particularmente pesado, para mim e para milhares de cidadãos deste país, não podendo estar calada e com uma enorme vontade de perder o controle e dizer umas  "carvalhadas", decidi publicar este novo conceito que recebi há uns dias por e-mail:
Ineptocracia: "Sistema de governo onde os menos capazes de liderar, são eleitos pelos menos capazes de produzir e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar, ou ser bem sucedidos, são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada, de um número cada vez menor de produtores." autor desconhecido
Que podemos esperar de uma ineptocracia?
O melhor é não responder porque não seria nada agradável de ler mas, posso garantir que, neste país, o glutão não come nódoas.

Brown Eyes

Carnaval de Vermes

Laços de União

Um dia destes, numa conversa entre casais, alguém brincava com o facto de o  marido da "A" a trair (A "A" é doméstica) ao que ela respondeu:

- Desde que ele não me falte com dinheiro, nem a mim nem aos filhos.

Já ouvi esta frase milhares de vezes.

Que sentimentos existem nesta relação?
Que fará esta mulher no dia que o marido faltar com dinheiro em casa ou que decidir sair?
Como se chama o sentimento que liga este casal? Amor ou conveniência?

Cada cabeça sua sentença.