Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Assaltada mas não Paralisada

Educação por S.M.S

"Aluno do 5º ano apanhado a copiar por SMS enviados pela mãe"“A educação do homem começa no momento do seu nascimento; antes de falar, antes de entender, já se instrui.” (Jean Jacques Rousseau)
A educação de uma criança deve começar desde o momento que ela nasce, concordo plenamente com Rousseau, dizer-se que ela é muito pequena para aprender, que ainda não sabe o que faz,  é estar, desde logo, a permitir que comece a sua vida sem "rei nem roque". Depois, depois, normalmente, torna-se tarde porque as desculpas para não educar vão aumentando e a criança vai crescendo. Dizem os Espanhóis que é de pequeno que se torce o pepino, nada mais certo. Será muito mais fácil para a criança começar, desde  que nasce, a aprender o que deve ou não fazer do que depois de fazer o que quer e lhe apetece virem-lhe dizer que não deve, que não pode fazê-lo. Isto deixá-la-á baralhada e vai fazer dela desobediente. Não entenderá porque, de um momento para o outro, tudo mudou. A educação n…

Trotando Serenamente

O Quick, um Trotter Francês, elegante, inteligente, ilustre, tímido e meiguinho, está connosco desde Junho. Quando chegou era muito nervoso e desconfiado. Viveu durante anos com o amigo Boneco num lameiro onde poucas vezes conviviam com seres humanos. O Boneco, um traçado Lusitano, era o dominador, a tal ponto que na hora da refeição o Quick ficava nervoso e não comia sossegado. Batia vezes sem conta com a pata e quando dava conta tinha o Boneco a devorar a sua refeição. Eram inseparáveis mas, por incrível que pareça, era o Boneco que ficava mais agitado quando o separávamos do companheiro. À noite cada um vai para a sua box. A pouco e pouco estão a conseguir ser autónomos. Quando chega a noite já se dirigem para os seus aposentos, sem dramas. O Quick está cada vez mais calmo, mais meigo, mais auto-confiante e o Boneco, que sempre foi um bajulador, está a tornar-se naturalmente afável. Estão mais confiantes, sabem que o tratamento ali é, diariamente, afectuoso e tem como base o seu  b…

Brilhando às Escuras

Há que reduzir gastos e acabar com o pagamento, em duplicado, de certas despesas que nos impõem. Para esclarecer informações que tenho recebido, dirigi-me à EDP. O motivo era  a  parcela que aparece na factura de electricidade "contribuição audio-visual (Nota de Débito nº....)., no valor em 2011 de 2,25 euros. O resultado foi uma decepção. Só está isento quem gastar no ano anterior menos que 400 Kw ou os consumidores não domésticos de energia eléctrica que desenvolvam uma actividade agrícola. Não há, portanto, requerimento nenhum a preencher, não interessa pagar ou não TV por cabo é, apenas, preciso não gastar. Se assim for a isenção é automática no ano seguinte. Vejam a Lei n.º 30/2003, de 22 de Agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 169-A/2005, de 3 de Outubro, Decreto-Lei n.º 230/2007, de 14 de Junho, Decreto-Lei n.º 107/2010, de 13 de Outubro.

"Não há noite tão longa que não encontre dia."
(Jean-François Paul de Gondi, Cardeal de Retz)
Brown Eyes