Avançar para o conteúdo principal

Frente a Frente

Dois anos depois.
Recordar nem sempre é viver mas pode ser aprender.
Brown Eyes

Comentários

Mar Arável disse…
Não basta ter razão

é preciso resistir
Mz disse…
Pois que cada um tire o que melhor convier com este frente a frente e que sejam honestos nas suas conclusoes.

Perante tudo o que se nos depara com o panorama existente em Portugal, tenho a certeza que hoje, muitos sapos sao engolidos por quem acreditou no infante do PSD e neste governo que nos desgoverna constantemente.

Tantos estudos que foram feitos e trazidos por este infante do PSD, nada de impostos... tantas certezas e convicç~~oes para o resultado que hoje se v^e.
Uns vendidos!

(os acentos est~ao a entrar bem)

Abç
Mary Brown disse…
Mar a razão tem que ser provada pelos nossos actos e se quisermos governar um povo temos que ter a noção que as nossas medidas irão influenciar a suas vidas. Beijinhos
Mary Brown disse…
MZ foi precisamente para que tirem conclusões, se tiverem a paciência de ver o vídeo, que resolvi ir buscar este frente a frente. Hoje podemos analisar melhor o que aqui foi dito e os intervenientes. Tanto dinheiro gasto e não se dá ouvidos a nada, não é? Os estudos estão na moda, assim como os relatórios mas, depois, depois faz-se o que nos apetece. Beijinhos
cantinho disse…
Não sabia deste frente a frente.
Não vou ver o vídeo porque não tenho paciência, e desculpe-me, mas já não aguento tudo isto.
Cada um defende a sua causa, as suas "asneiras" e nada se faz, ou seja, o povo escuta e aceita.
Eles "safam-se".
Mary Brown disse…
cantinho este frente a frente tem dois anos. Na altura vi-os todos. Compreendo a tua saturação, andamos todos fartos dos políticos e dos governantes mas sentimos cada vez mais a obrigação de fazer algo para pôr fim a esta palhaçada e para isso temos que estar informados. Infelizmente continuamos a viver aqui e a sofrer as consequências das suas atitudes. Beijinhos e obrigada
Manuela Freitas disse…
Eu já não posso com estes tipos! Tanto se fala, tanto se mente, tanto se é demagógico e populista! Agora o que se diz à tarde, já não se diz à noite...isto está para nos pôr doidos e eu não quero endoidecer!
Beijos
Mary Brown disse…
Manuela em primeiro lugar a nossa saúde mental mas, esta cada vez mais difícil mantê-la. A injustiça é adubada diariamente e começam a notar-se divisões no povo fomentada por eles. Afinal a união faz a força. Beijinho
dioguinho disse…
a quem exigiu mudança
decerto se culpará pela
sua negatividade..
portugal é retrogado.
Mary Brown disse…
dioguinho é conservador, sem dúvida. Não consegue aprender com os erros continuando a apostar nos mesmos destruidores. Todos já sabemos quem vencerá as próximas eleições. Não há mudança. Obrigada pela visita
João Roque disse…
Vi na altura este debate que me recuso a ver de novo, em nome da saúde mental que ainda conservo.
Fê Blue bird disse…
Amiga, na oposição são todos bons e com boas ideias.

Sinceramente já bastou ouvir uma vez;)

beijinho

Mary Brown disse…
João fazes muito bem. Como vês muita gente se recusa a vê-lo e até a comentá-lo. Beijinhos
Mary Brown disse…
Fê há muito tempo que não tinha um post tão pouco comentado, isso demonstrado que ninguém está interessado em política. Beijinhos
2 caras de pau, com muita lábia!
beijinhos
Mary Brown disse…
amigos das onze horas era óptimo que fossem os únicos na política mas,o número tem aumentado. Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Ineptocracia

Num dia particularmente pesado, para mim e para milhares de cidadãos deste país, não podendo estar calada e com uma enorme vontade de perder o controle e dizer umas  "carvalhadas", decidi publicar este novo conceito que recebi há uns dias por e-mail:
Ineptocracia: "Sistema de governo onde os menos capazes de liderar, são eleitos pelos menos capazes de produzir e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar, ou ser bem sucedidos, são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada, de um número cada vez menor de produtores." autor desconhecido
Que podemos esperar de uma ineptocracia?
O melhor é não responder porque não seria nada agradável de ler mas, posso garantir que, neste país, o glutão não come nódoas.

Brown Eyes

Carnaval de Vermes

Laços de União

Um dia destes, numa conversa entre casais, alguém brincava com o facto de o  marido da "A" a trair (A "A" é doméstica) ao que ela respondeu:

- Desde que ele não me falte com dinheiro, nem a mim nem aos filhos.

Já ouvi esta frase milhares de vezes.

Que sentimentos existem nesta relação?
Que fará esta mulher no dia que o marido faltar com dinheiro em casa ou que decidir sair?
Como se chama o sentimento que liga este casal? Amor ou conveniência?

Cada cabeça sua sentença.