Avançar para o conteúdo principal

Malditas Quarenta Horas



Hoje ganho cinco horas por semana  na minha vida. 
Muita coisa tive que pôr  de lado, este blog foi uma delas, mas nunca deixei de acreditar afinal, depois da tempestade vem sempre a bonança. 
Continuo a sonhar com o paraíso apesar de sentir que nem todos acreditam nele, nem todos conseguem viver em paz, nem todos conseguem esperar por dias melhores e acabam por pôr termo à vida. Não quero falar naqueles que, por fanatismo, destroem o mundo de outros nem, tão pouco, dos que  por desespero matam quem mais deviam amar. 
A vida não é fácil, nem tudo corre como queremos mas, deixar de acreditar num mundo melhor, é prolongar a agonia até sufocar. 
Houve muitas mudanças nas nossas vidas, algumas desejadas com afinco, outras surgiram ocasionalmente mas, a verdade é que continuamos a perseguir os nossos sonhos, exemplo disso é a minha presença por aqui.
Cinco horas por semana fazem muita diferença na vida de uma pessoa. 
Mary Brown

Comentários

✿ chica disse…
Mary, que bom te ver e fico feliz que agora terás um pouco mais de tempo e inclusive o blog ganhou tua presença esperada! Coisa boa! Desejo que essas 5 horas na semana façam a diferença e que sejam muiiiiiiito bem aproveitadas! Boa sorte! Feliz JULHO! bjs, chica( Ah, essa música é linda!!)
Briseis disse…
Que bom, Mary! 5 preciosas horas! =)
O mundo está um cadito doente e tento alhear-me das notícias porque são como o médico frio e pessimista que pinta o cenário o mais negro possível, quando nós tentamos agarrar-nos à esperança e aos sinais mínimos de melhoria. Ter esperança é preciso, aproveitar os momentos pequeninos é uma sabedoria. Que sejam horas felizes, todas. E especialmente as 5 horas que a tua semana ganhou =)
Mary Brown disse…
Chica espero que o blog venha a ganhar com este tempo porque adoro debater ideias. Com a vida que tenho e com mais 5 horas semanais de trabalho era impossível continuar por aqui. Não me chega escrever quero responder e visitar e como sabes isso leva muito tempo.
Beijinhos e obrigada. Espero que esteja tudo bem por aí.
Mary Brown disse…
B eu praticamente só vejo TV espanhola e muito pouca. Fartei-me de ouvir só más noticias. É impossível não saber o que se passa no país porque as más noticias são comentadas em todos os lados e quando trabalhamos com mais pessoas acabamos informados. A morte de inocentes tem-me deixado perplexa, assim como alguém ser tão frio ao ponto de se explodir sabendo que com ele leva gente que não tem culpa de nada. Que sociedade é esta que em vez de avançar está a retroceder? Devíamos estar a criar humanos e em vez disso...Que têm feito os governos para alterar isto? Não temos que começar a valorizar mais a família ao ponto de lhe criar condições que evitem estes actos macabros que temos visto? Acho que a base deste problema também é o tempo. Em vez de pensarem em aumentar as horas de trabalho que tal pensarem as diminuir? Ganhava a família, o país, o mundo.
Beijinhos
Fê blue bird disse…
Querida amiga,
Foi difícil perder o que se tinha ganho com tanta luta.
A família cada vez tem menos tempo para estar junta, as pessoas já não vivem, não fazem o que lhes dá prazer, para onde caminhamos ?
Espero que estas 5 horas te dêem a serenidade que precisas, e espero ver-te mais vezes por aqui :D

Um grande beijinho

Mary Brown disse…
Fé acredita que foi o que doeu mais. Parece que não é muito uma hora por dia mas a verdade é que nem podíamos almoçar descansados, quando dávamos conta já tinha passado a hora do almoço. É verdade, a família cada vez tem menos tempo para conviver e como sabes isso traz problemas graves que, infelizmente, já se notam na juventude que cresce à deriva. Pena que os nossos governantes não veja que este tipo de decisões devem ser bem pensadas já que tem repercussões graves na sociedade. Espero poder vir frequentemente. Tu sabes que eu tenho várias paixões e tenho que me dividir. Beijinhos
Fê blue bird disse…
Um beijinho e bom fim de semana com as tuas paixões :)
Mary Brown disse…
Amiga já estamos quase à porta de outro. Beijinhos
Fê blue bird disse…
E já temos mais outro, o tempo passa a correr!
Para a semana já tenho a minha filhota comigo :)


Um beijinho
Fê blue bird disse…
Visual novo, gostei ! ;)
Mary Brown disse…
Um visual simples, que não pese muito e que o blog abra rapidamente mas precisa de umas alterações que não sei ainda como fazer. Beijinhos
Mary Brown disse…
O Tempo voa. Já vão a meio as minhas férias.

Mensagens populares deste blogue

Ineptocracia

Num dia particularmente pesado, para mim e para milhares de cidadãos deste país, não podendo estar calada e com uma enorme vontade de perder o controle e dizer umas  "carvalhadas", decidi publicar este novo conceito que recebi há uns dias por e-mail:
Ineptocracia: "Sistema de governo onde os menos capazes de liderar, são eleitos pelos menos capazes de produzir e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar, ou ser bem sucedidos, são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada, de um número cada vez menor de produtores." autor desconhecido
Que podemos esperar de uma ineptocracia?
O melhor é não responder porque não seria nada agradável de ler mas, posso garantir que, neste país, o glutão não come nódoas.

Brown Eyes

Carnaval de Vermes

Laços de União

Um dia destes, numa conversa entre casais, alguém brincava com o facto de o  marido da "A" a trair (A "A" é doméstica) ao que ela respondeu:

- Desde que ele não me falte com dinheiro, nem a mim nem aos filhos.

Já ouvi esta frase milhares de vezes.

Que sentimentos existem nesta relação?
Que fará esta mulher no dia que o marido faltar com dinheiro em casa ou que decidir sair?
Como se chama o sentimento que liga este casal? Amor ou conveniência?

Cada cabeça sua sentença.