Avançar para o conteúdo principal

Saudades de ti...

Saudades da tua simplicidade, da força da tua gente, da tua energia, da tua genuinidade, do azul que te abarca, da tua espontaneidade, da tua ingenuidade, da tua beleza singela, da tua alegria, do teu cheiro, do teu sabor. Saudades de ti Moçambique, IMENSAS!
Nunca te esquecerei.  

Missão do Malane, Angoche, Moçambique, onde nasci
 
Colégio Nª. Srª. das Vitórias, Nampula, Moçambique, onde vivi o último ano


Brown Eyes

Comentários

Just me disse…
Olá!

Gostava de visitar Moçambique, deve ser muito bonito para não falar da riqueza pessoal que uma pessoa deve trazer quando volta de um sítio assim!

Beijitos
Just me
Patty disse…
Quando nós temos saudades, temos de as matar.
Que tal uma visitinha?
Bjocas
gb disse…
BY, se há coisas para as quais não tenho talento nenhum é para comentar blogs. Quiçá tempo disponível. No entanto, às vezes, muito raras, e principalmente nestes assuntos que dizem respeito "à perda do nosso chão", apetece-me fazê-lo. Entendo-a perfeitamente, se bem que o meu sentir em relação à terra que já não tenho, seja outro. Disse-o, singelamente, aqui:
http://quotidiano-.blogspot.com/2010/02/exilio-saudade-de-mim.html.
Não será também o seu?
Fique bem e boas letras.
gb disse…
BY, foi a terra em que nasci e onde vivi até à idade adulta. No entanto, como dizia Daniel Filipe, ser exilada na própria pátria é coisa que não me interessa, nem nunca interessou. Não quer isto dizer que tenha achado outra. Isso não, nem quero. Sinto-me bem sem nenhuma. BY, aquela vida que descreve ter sido a que teve em Moçambique também a tive em Angola mas, hoje, isso é passado. Os países, ambos, creio eu, mudaram. As pessoas que os habitam e as novas gerações são diferentes das de outrora. E nós também mudámos, embora pensemos que não.
Saudades eu tenho de pessoas que me fazem falta .... o resto são apenas boas recordações.
Fique bem e obrigada.
disse…
Como é que África nos deixa tanta saudade? Porque nos enriqueceu o espírito e nos mostrou quão grandes podem ser os horizontes.
Beijinho
Caldeira
Juana disse…
Um dia eu voltei, e tornei a voltar e tornei a voltar e sei que voltarei! Foi e será sempre diferente mas antes de mim alguém fez a mesma viagem e passou-me um testemunho impressionante de confiança e de paixão pela terra e pela gente. Vale sempre a pena, acreditar, porque a vida dá cada volta! Bj.
Manuela Freitas disse…
Olá querida amiga,
Surpresa para mim seres moçambicana! Porque será que uma pessoa nascida em África ou que tenha vivido lá, trás sempre essa marca tão interiorizada dessas terras? É um feitiço? Sem conhecer África, sempre me apaixonam ver documentários ou filmes passados em África.
Desejo que estejas bem e muitos beijinhos,
Manú
Poetic GIRL disse…
Hoje estamos saudosistas querida é? eu por vezes também me imagino novamente naquela cidade onde cresci e onde nunca mais voltei, dortmund na alemanha... também me deixou saudades... bjs
pinguim disse…
Não sabia que tinhas nascido em Moçambique; eu vivi lá de Setembro de 1972 a Dezembro de 1974, na tropa, claro, no Niassa, mas passei os dois últimos meses em Nampula e fui por várias vezes a um local idílico, que se chama Ilha de Moçambique.
Como gostaria de voltar lá, agora noutra situação...
Fê-blue bird disse…
Amiga:
Ontem antes de desligar o computador, cedo, porque a minha disposição estava em baixo como sabe, ouvi a linda música que nos oferece neste vídeo e que não conhecia.
Deixei para hoje o comentário, porque hoje é um novo dia, com sol, com a saúde necessária ainda para desfrutar os prazeres da vida e com a felicidade de ter uma família e amigos que me querem bem.
Este seu post tem a magia da nostalgia, da saudade da sua terra que deve ser linda, pois todas as pessoas que conheço que nasceram de África, têm nos olhos um brilho diferente quando falam da sua terra e da sua gente.
A amiga já lá voltou? Sabe que um dos sonhos da minha filha, tirou a licenciatura em Biologia e está actualmente a fazer o mestrado é ir trabalhar para Moçambique.

Beijinhos e mais uma vez Obrigada por tudo!
meldevespas disse…
o maximo que entrei em agrica, foi mesmo marrocos....mas por onde quer que passe, vejo bem o fascinio que esse continente deixa nas pessoas que la viveram. parece que fica um cordao a modos que umbilical impossivel de cortar. so por causa disso, tambem gostava muito de la ir.
Beijinho
Brown Eyes disse…
Just me Moçambique é como um sonho. Nós, que lá vivemos, nunca conseguiremos explicar bem a maravilha que envolve aquele país. Só de pensar nele ficas envolvida numa enorme ternura.
Beijinhos e obrigada
Brown Eyes disse…
Patty o problema é dinheiro, apenas. Houve uma altura da minha vida que ponderei voltar para ficar e agora ando novamente a pensar nisso. O que nos impede muitas vezes de fazer o que gostamos são as pessoas que nos rodeiam. Beijinhos
Brown Eyes disse…
GB talento tens o que falta é tempo. É preciso muito tempo e qunado estamos na net ele voa. Passei pelo teu blog e deixei o comentário. É um excelente post. Beijinhos
Brown Eyes disse…
GB tiveste mais sorte que eu, pois eu só estive lá até aos dez anos. Talvez tenhas razão quando dizes que mudou o país e mudámos nós mas isso não impede que aquele país continue a ser uma maravilha e um sonho para mim. Estou certa que mesmo mudado continue a ser melhor que Portugal. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Zé como África nos deixou saudades se afinal lá nem uma TV havia? Não havia, quando lá estive. Os brinquedos também não eram muitos, recebia dois por ano, um nos anos e outro no Natal no entanto eu trocava tudo que tenho aqui pelo nada se pudesse ir para lá. Enriquece-nos mesmo o espírito e ilumina-nos a alma. Beijinho
Brown Eyes disse…
Juana tu és uma das pessoas que conheço que podem testemunhar que aquele país, ainda hoje, continua fascinante e que apesar de nós termos mudado e ele também continua a haver uma quimica enorme entre ele e as pessoas. A vida dá voltas e às vezes fazemo-la nós dar. Quantas vezes nos acomodamos mesmo sabendo que não é isso que queremos? Muitas principalmente quando não estamos sós na vida. Se estivessemos arriscariamos mais. Uma das coisas que me fascina naquele povo é o facto de, para eles, só haver o hoje, o amanhã logo se vê. Só querem para viver, não ambicionam mais que isso. Nós vivemos sufocados pelo amanhã e limitados com o amanhã. Juana resumindo: Adoro aquele país e aquela gente. Nota-se não? Beijinhos
Brown Eyes disse…
Manuela traz mesmo. Será feitiço, aquelas terras são misticas, aquele povo é mistico. Manuela tinha só dez anos na altura, vim porque meus pais vieram, não tinha outra opção, não podia decidir mas se tivesse dezoito não teria vindo. Eu acredito que voltarei e quem sabe para ficar. Afinal é aquele o País com que me identifico, não com este. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Bela tenho andado assim, com muitas saudades daquele país. Quanto mais este se afunda mais eu me lembro do país onde eu nasci onde tudo era natural. Quem nunca lá foi tem uma imagem errada do que aquilo era e da nossa relação com os nativos. Eu vivi e vi viver em harmonia. Os nativos sentiram a nossa falta e nós continuamos a sentir a deles. Beijinhos.
Brown Eyes disse…
pinguim também não sabia que tinhas lá estado. Conheces a Ilha de Moçambique? Era um paraíso. Ainda andas-te de Riquichó? Fui lá algumas vezes. Um dia voltaremos lá, quem sabe até vá definitivamente. Não sei quando mas...Beijinhos
Brown Eyes disse…
Fê um brilho não só de saudade mas de amor. Nunca mais lá voltei. Eu penso muitas vezes em voltar para ficar por lá. Nunca tomei decisões destas de um dia para o outro, penso bem no que decido e há muito que a ideia de regressar definitivamente não me abandona. Como já disse antes são as pessoas que nos rodeia que travam muitas vezes os nossos sonhos. Se fossemos sós no mundo decidiamos mais depressa. Se a filhota for tenho a certeza que não se arreoenderá. Beijinhos
Chica disse…
Tão bom quando temos doces saudades,não?

um beijo,tudo de bom,chica
Brown Eyes disse…
Chica "Doces Saudades" é mesmo o que sinto. Beijinhos
MZ disse…
Tenho alguns amigos(as) que sentem o mesmo.
Não se cansam de falar do cheiro da terra, dos frutos, da sombras dos embondeiros (neste caso, Angola)
Existe toda uma nostalgia de um país quase arrancado do coração de quem lá viveu.

Uma amiga que me é próxima escreveu um livro sobre as suas memórias em Angola e eu vou utilizar o seu espaço para deixar apenas o prefácio do livro, a propósito da nostalgia que vos assola;

"Não tenho a presunção de pensar que tenha escrito uma obra prima; escrevi, sim, com a alma a vibrar de regozijo, sobre a minha infância e adolescência passadas no interior de Angola, num lugar remoto, que nem no mapa viria, não fosse a importância do seu apeadeiro, chamado SOLO."

(Maria Victória, nasceu no Solo, Angola, em 1945)



Este Verão deu uma festa temática sobre Angola em sua casa. Desde a ementa às roupas... guardava-me um traje a preceito (com os panos) e as bijuterias de missangas

:)

Brown Eyes, não resisti em deixar aqui o meu testemunho de pessoa que convive com outras que tão bem conhecem essas terras vermelhas.

um beijinho
eu disse…
Ai que saudades de Moçambique, do cheiro da terra molhada, das acácias floridas, dos magnificos jantares à Beira Mar com aquela Lua de Prata que me embalava...
Que saudades do Piri-Piri e do Costa do Sol, do Bilene e dos seus petiscos fantásticos, do Cáju e do Caril que is comprar à praça, aí que saudades...
Depois de 3 anos fantásticos tenho saudades dos meus amigos Zambujo, Beto, dos Ghorwane, fantástico grupo musical, do Tchova Xita Duma, do Eagle e das suas bebidas com muita água tónica, do Mini Golfe, aí aí que saudades...
Afinal parece-me que temos algo em comum, tão giro...
Brown Eyes disse…
eu alé das saudades daquele paraíso temos mais em comum: o signo. Beijinhos e obrigada
Pedrasnuas disse…
CURIOSO,TODOS OS QUE PASSARAM,NASCERAM OU VIVERAM LÁ SENTEM ESSA NOSTALGIA,ESSA SAUDADE...DESCREVERAM-ME COMO SENDO UMA TERRA DE SONHO,MÁGICA...QUE PRENDE...ENFEITIÇA...MUITO OUVI FALAR NAMPULA,MOÇAMBIQUE...

TALVEZ UM DIA... QUEM SABE... SEJA UM DESTINO A VISITAR...

UM BEIJNHO SAUDOSO
Brown Eyes disse…
Pedras não te mentiram, é isso tudo. Fazes bem em visitar, tenho a certeza que mesmo que sejam poucos dias que lá estejas venhas fascinada e sintas um bocadinho do que nós sentimos que nascemos lá.Aliás nós não conseguimos exprimir tudo o que sentimos porque não há palavras que exprimam tanta paixão. Beijinhos
Sabe amigo estive para casar com
um moçambicano e ir viver para lá.
Era nova, meus pais opuseram-se e
não se concretizou. Depois acabei
por casar com um sr. que esteve
a cumprir tropa em Mocambique.A
m/vida tinha que ter algo a ver com
esse país, que não conheço.
Beijinhos e bom fim de semana para si.Irene
Os erros de escrever depressa...
desculpe disse amigo, obviamente
que é amiga.Beijinhos
Brown Eyes disse…
Irene a mim também me acontece o mesmo, escrever à pressa leva a erros e eu às vezes escrevo, até, só metade da palavra. Pena não conheceres esse país que teve muito a ver contigo. Se tiveres oportunidade de ir lá não a deixes fugir. Beijinhos
Pedrasnuas disse…
VIM DEIXAR-TE UM BEIJINHO DA FADA ORIANA....
Brown Eyes disse…
Pedras da fada Oriana? Que maravilha! Beijinho para ti também e bom fim de semana.
AC disse…
Há lugares que nos marcam para sempre. Esgravatamos, esvoaçamos, mas o nosso GPS interior, mal nos apanha distraídos, acaba sempre por indicar aquela direcção...

Beijo :)
Não sabia que eras moçambicana.
Africana de dedos ágeis, mente fértil, forte palavra e opinião.
Te admiro muito.

Cá pouco venho a deixar comentário, mas estou sempre a lerte.

Beijo grande!

(espero de coração que voltes e mate essa saudade)
Brown Eyes disse…
MZ eu respondi-te logo mas, não faço a mínima ideia o que aconteceu à resposta. Agora, dando uma vista de olhos verifiquei que não estava. Primeiro quero agradecer-te o teu testemunho e dizer-te que resumiste bem o que sentimos: A nossa terra Natal foi-nos arrancada à força. Afinal foi lá que nascemos é com ela que nos identificamos. Obrigada e desculpa pelo que aconteceu. Beijinhos
Brown Eyes disse…
AC lugares que nunca esqueceremos e eu estive, estou e estarei com aquele país, sempre. Beijinhos e obrigada
Brown Eyes disse…
Ana Cristina obrigada por tudo. Tal como tu eu não tenho tido muito tempo mas não me esqueço de ti e dos teus sentidos versos. Beijinho grande, cheio de saudades
Lady Me disse…
África, quero tanto conhecer!!!
Brown Eyes disse…
Lady Me fascina e enfeitiça. Beijinhos
caminhante disse…
todos temos o nosso cantinho que nos enche de saudades, não é? e às vezes, essa saudade dói como tudo...

bjinho Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ
Brown Eyes disse…
Esta dói e apetece deixar tudo e partir com uma mochila às costas, como tu dizes. Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Carnaval de Vermes

Afinal é por Isto ou por Aquilo?

O aquecimento global deve-se a quê? Ando completamente baralhada mas...Quero continuar assim.
“O  aumento da temperatura do planeta é ocasionado pela acumulação na atmosfera de gases como o Dióxido de Carbono,   Metano,   óxido de azoto e os CFCs, provenientes do uso de combustíveis fósseis e processos industriais. Este aumento da temperatura é conhecido como Efeito Estufa, sendo que o Dióxido de carbono é o principal gás da atmosfera que tem a capacidade de absorver a radiação infravermelha do sol. Com o advento da industrialização ocorreu uma elevação nos níveis de Dióxido de Carbono na atmosfera, que está se intensificando a cada dia que passa, provocando um aumento na temperatura terrestre com consequentes alterações climáticas globais….” in EFEITO ESTUFA - UNESP ou
“A astrofísica Jillian Scudder, da Universidade de Sussex, prevê que a Terra tem ‘apenas’ mais cinco mil milhões de anos de vida, antes de ser engolida pelo sol. A vida do próprio sol chegará ao fim, mas entretanto est…