Avançar para o conteúdo principal

Laços de União

Um dia destes, numa conversa entre casais, alguém brincava com o facto de o  marido da "A" a trair (A "A" é doméstica) ao que ela respondeu:

- Desde que ele não me falte com dinheiro, nem a mim nem aos filhos.

Já ouvi esta frase milhares de vezes.

Que sentimentos existem nesta relação?
Que fará esta mulher no dia que o marido faltar com dinheiro em casa ou que decidir sair?
Como se chama o sentimento que liga este casal? Amor ou conveniência?

Cada cabeça sua sentença.

Comentários

Anajá Schmitz disse…
Que triste. A vida a dois tem que ter mais amor e companheirismo, não é só dinheiro.
Bjos tenha um ótimo dia.
Mary Brown disse…
Tens a minha opinião. Que pensaram os homens desta resposta? Se calhar este tipo de mulheres é que os fazem felizes porque, se eles gostam tanto de andar de flor em flor, procuram uma mulher destas para estar ao lado deles. Será?

Mary Brown disse…
para mim
✿ chica deixou um novo comentário na sua mensagem "Será?":

Li o post de hoje e achei triste essa frase ...Provavelmente é conveniência e não amor...Amor de verdade não aguenta traição e fica numa boa!! bjs, chica

( Não consegui abrir o comentário lá, por isso vim aqui!)
Mary Brown disse…
Chica por parte delas existe conveniência e por parte deles? Sendo eu marido desta senhora e ouvindo esta frase, dita à frente dos meus amigos, eu ficaria envergonhado. Porque ser homem objecto não será agradável ou sim?
Briseis disse…
Amor nao é certamente. E conveniência também acho que nao. Parece-me mais dependência. O que é mais preocupante e degradante do que estar por conveniência. Sei lá... Acho que nesta selva em que vivemos há pessoas tao maltratadas pela vida, tao sós e desencantadas, que preferem ter garantido o conforto material e as férias de luxo do que os afectos e o orgulho. Nao penso que tenham começado assim, mas algures pelo caminho a vida tirou-lhes o tapete... Conheço alguns casos semelhantes, infelizmente. E reconheço que se elas tomassem alguma atitude, tanto elas como os filhos teriam uma vida bastante miserável. Quanto a eles, se têm a lata e o sangue frio de ser infiéis, desconfio que nao lhes faça diferença ouvir isso da boca da mulher. Quiçá? Até pode ser elogio, ver assim atestado o grau de dependência delas...
Mary Brown disse…
B mas não lhes fere o amor próprio? Ter alguém ao lado que diz abertamente que dele só lhe interessa o dinheiro...Não será um elogio, penso eu mas...
Beijinhos
Sena do Aragão disse…
É triste.
Para alguns casais quando falta o amor, acabam vivendo "juntos" motivados pela conveniência (ou aparência). Conheço alguns casos assim. E de ambos os lados. Acho que melhor seria se cada um tomasse seu rumo e tocasse sua vida independente do outro. Mas parece que muitas vezes não é assim tão simples.

P.S. Beijinhos Mary
Amplexos Carinhosos!
Mary Brown disse…
Sena há tanto tempo que não te via por aqui. Obrigada pela visita.
Parece que não é simples. Acho que mudar a rotina não é fácil e muitos casamentos não passam disso.
Beijinhos
Rosa Carioca disse…
O que é mais triste é que esse tipo de comentário ainda ouve-se imensas vezes e nos mais variados estratos sociais...
Não entendo... enfim... lamento.
Mary Brown disse…
Rosa impossível entender porque este comentário não favorece nem a mulher nem o homem com quem ela está casada mas, continua a ser dito.
Beijinhos e obrigada

Mensagens populares deste blogue

Ineptocracia

Num dia particularmente pesado, para mim e para milhares de cidadãos deste país, não podendo estar calada e com uma enorme vontade de perder o controle e dizer umas  "carvalhadas", decidi publicar este novo conceito que recebi há uns dias por e-mail:
Ineptocracia: "Sistema de governo onde os menos capazes de liderar, são eleitos pelos menos capazes de produzir e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar, ou ser bem sucedidos, são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada, de um número cada vez menor de produtores." autor desconhecido
Que podemos esperar de uma ineptocracia?
O melhor é não responder porque não seria nada agradável de ler mas, posso garantir que, neste país, o glutão não come nódoas.

Brown Eyes

Carnaval de Vermes

I Know But....