Avançar para o conteúdo principal

On Line

Que leva alguém a suicidar-se em directo no Facebook

Esperam que alguém consiga salva-los? 

Que tipo de sentimento desejam provocar nos seus seguidores?  

E nós, que esperamos de um mundo em que as redes sociais e os reality shows  predominam, onde vence quem melhor actua e onde é esmagado o mais débil?

Que vontade de ver um desenho animado do Speedy Gonzalez!

Comentários

✿ chica disse…
Estou por fora dessa! Não frequento o FB, apenas de vez em quando pra família... E suicídio on line? CREDO! Nunca imaginei! Bem melhor esse desenho! Tudo bem por aí? bjs, chica
Mary Brown disse…
Eu também estou fora mas leio os jornais e ultimamente têm saído muitas notícias de mortes em directo no facebook. O último era um actor americano, que eu não conheço.
A notícia era:
"Frederick Jay Bowdy transmitiu em direto no seu perfil de Facebook o momento em que disparou contra si mesmo, avança o Los Angeles Times."
Suicídio on line, parece incrível mas é verdade. Este foi apenas um dos casos.
Tudo bem Chica comigo, sem tempo, como sempre.
Beijinhos e obrigada pela visita
Mary Brown disse…
Já agora Chica a notícia continua:
...O caso de Frederick Jay Bowdy, casado e pai de seis filhos, não é único e está a colocar em causa a liberdade dada pela plataforma de Mark Zuckerberg, onde qualquer utilizador pode emitir em direto. No passado fim de semana uma adolescente de 14 anos de Miami usou a mesma rede social para transmitir o seu enforcamento. Há três semanas, outra rapariga, 12 anos, recorreu ao mesmo sistema para gravar e mostrar a sua morte em tempo real.

Neste caso, o vídeo foi excluído do Facebook instantes depois. "As nossas equipas trabalham 24 horas por dia para analisar o conteúdo que está a ser relatado pelos usuários e temos sistemas em vigor para garantir que o conteúdo sensível seja tratado rapidamente", disse um porta-voz do Facebook ao Daily Mail.

As páginas das redes sociais de Frederick Jay Bowdy foram entretanto eliminadas.
Briseis disse…
Não soube da notícia e vejo que já tem alguns dias... É mais um sinal de que as pessoas se esqueceram do que é uma Vida (real) para lá da realidade virtual que constroem nas redes sociais. O Exterminador deixou-nos com medo do dia em que as máquinas tomem o controlo, mas parece que são mesmo os humanos que se vão tornando autómatos cada vez mais depressa.
Mary Brown disse…
Já tem alguns dias mas como estas noticias se vão sucedendo, os motivos para tal acto parece que são diferentes mas o meio utilizado é sempre o mesmo, uma rede social. Por mais que pense não consigo encontrar a razão para tal escolha. Acho que quem se quer matar é porque está farto de viver, melhor dizendo está com uma depressão, não pensa em mais nada. Nestes casos acho, sinceramente, que são pessoas que não se querem matar, estão à espera que alguém, do outro lado, faça alguma coisa para as salvar, o que parece que nem sempre tem acontecido, ficam impávidos a observar, e esperam com esse acto conseguirem a atenção de todos os seus seguidores. Quem realmente se quer matar mata-se e não diz nada a ninguém, aliás, a maior parte deles, são pessoas aparentemente felizes. Esta é a minha análise. B nunca houve tanta gente a sentir-se só e perdido e por isso procuram no virtual aquilo que deviam procurar na vida real. Perdemos muito menos tempo a tomar um café com um amigo do que a navegar na internet, e esse amigo, nem que seja apenas um, está sempre disponível se dele precisarmos. Não é verdade? Que interessa ter centenas ou milhares de amigos virtuais se não nos conhecem. A maior parte das pessoas que utiliza as redes sociais cria uma pessoa imaginária, aquela que gostaria de ser. Há uns dias uma amiga, que tem facebook, mostrou-me alguns perfis e de pessoas que conheço pessoalmente e muito bem, fiquei pasmada. Publicam fotos, a maior parte delas em pose sexy, quando nunca o foram,têm no perfil uma frase para a identifica-las totalmente ao contrário do que são. Quem é essa gente afinal? Dizem ser aquilo que gostariam de ser, não o que são. Que amigos podem encontrar?
Que futuro podem ter? Somos o que somos e o melhor mesmo é assumirmos senão...vamos acabar mal.
Beijinhos
Fernanda Maria disse…
Amiga, nem sei que comentar...
O que se passa na mente e no coração humanos ?
Para onde caminhamos ?
Que desolação!

Muito muito triste!

Um beijinho

Mary Brown disse…
Fê sinceramente não sei. Ultimamente a moda é abusar de crianças em directo. Acho que algumas pessoas tornaram-se em monstros. Beijinhos
Márcia disse…
Oi amiga!
Muito triste essas notícias...
Não consigo entender porque tanta maldade!
Gostei muito da sua visita.
Um grande abraço
Mary Brown disse…
Olá Márcia. Ultimamente estas notícias são o prato do dia. São o espelho da sociedade em que vivemos. Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Fotoshop, para quê? Continuas Feia por Dentro!

Em primeiro lugar, vou pedir desculpa a quem costuma passar por aqui. Quem o faz sabe que há atitudes que me revoltam e que por isso...Vou desabafar. Tenho andado super, super indignada com certas publicações no facebook de uma pessoa que conheci há muitos anos, tantos que até já me esqueci. Trago essa pessoa atravessada porque foi e é, não acredito em milagres, a pessoa mais ordinária que conheci e que, infelizmente, tive que lidar de muito, muito perto. Há um tempo atrás descobri uma página dela no facebook (se cometer algum erro  não se admirem, sou uma dessas excepções que nada percebe sobre o facebook) e daí para a frente as publicações e até as páginas (os nomes também vão mudando) têm mudado (faz-me lembrar aquelas pessoas que passam a vida a mudar de número de telemóvel, sempre que querem fugir de alguém mudam de número de telemóvel). Muda tudo mas, a frase de apresentação vai mantendo o mesmo sentido, mais coisa menos coisa, a última é:
Sou amante do Universo, da paz, do conh…

Carnaval de Vermes