Avançar para o conteúdo principal

Dia de Preguiça

Todos os feriados sabem bem mas o de hoje soube-me a saudades, saudades de quem amo e que estão a uns largos quilómetros, a paz e sossego.  
Sabe bem poder fazer o que nos apetece, levantar tarde, não comer a horas certas, não olhar para o relógio, estar só.  
Recarregar baterias, física e psicologicamente, foi assim este dia que amanheceu com sol e acabou com o céu muito nublado e chuva.  
Amanhã será mais um desses dias em que as obrigações começam às oito da manhã e só acabam às dezasseis e trinta. Depois, vem uma longa viagem que me levará até ao paraíso, onde serei recebida com latidos, miados e relinchos de alegria. Aí tudo cai no esquecimento e nada consegue perturbar a minha paz. Na tarde de domingo regresso à realidade, pensando em tudo o que vivi durante o fim de semana, recordando todas as brincadeiras e gestos que os meus queridos amigos fizeram. 
Assim é a vida, um vai e vem de sentimentos e vivências. 


 Uma voz relaxante, era o que me apetecia ouvir.

Comentários

Briseis disse…
Acho que deixei aqui um comentário, mas a net falhou e não sei se ele ficou ou não guardado. Se tiver sido enviado, apaga este, se não, publica este para eu saber e voltar a comentar =)
Briseis disse…
Ah, parece que o primeiro comentário não chegou ao destino! Lá vai outra vez, entao; assim se resume a vida! Uma sucessão de viagens entre o que nos faz bem e aquilo que fazemos porque tem que ser; passamos dias mornos, à espera que chegue um que nos faça sentir a alegria e paz que fazem a vida valer a pena. Que os dias bons durem e que os de rotina se escoem rapidamente, é o que te desejo! Um beijinho
Mary Brown disse…
B são os dias menos bons que fazem com que valorizamos as pequenas coisas dos dias bons. Acreditas que me basta chegar à porta de casa e ver aquela paisagem lindíssima para me sentir afortunada? Na cidade quando chegamos à janela só vemos cimento, roupa estendida, antenas e carros. Às vezes vemos pombas.
Beijinhos
Anajá Schmitz disse…
O fim de semana foi maravilhoso por aí. Teu relato me trouxe saudades.
Bjos tenha uma ótima semana.
Mary Brown disse…
Se há céu haverá por lá tanta paz como sinto durante o fim de semana.
Beijinhos
C. disse…
Infelizmente aqui não é feriado... por isso toca a trabalhar!

Beijinhos,
O meu reino da noite ~ facebook ~ bloglovin'

Mary Brown disse…
Felizmente aqui foi e soube lindamente. Beijinhos
redonda disse…
Feliz Natal!
um beijinho
Gábi
Mary Brown disse…
Gabi obrigada. Espero que tenhas tido o Natal que desejavas. Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Ineptocracia

Num dia particularmente pesado, para mim e para milhares de cidadãos deste país, não podendo estar calada e com uma enorme vontade de perder o controle e dizer umas  "carvalhadas", decidi publicar este novo conceito que recebi há uns dias por e-mail:
Ineptocracia: "Sistema de governo onde os menos capazes de liderar, são eleitos pelos menos capazes de produzir e onde os membros da sociedade com menos chance de se sustentar, ou ser bem sucedidos, são recompensados com bens e serviços pagos pela riqueza confiscada, de um número cada vez menor de produtores." autor desconhecido
Que podemos esperar de uma ineptocracia?
O melhor é não responder porque não seria nada agradável de ler mas, posso garantir que, neste país, o glutão não come nódoas.

Brown Eyes

Laços de União

Um dia destes, numa conversa entre casais, alguém brincava com o facto de o  marido da "A" a trair (A "A" é doméstica) ao que ela respondeu:

- Desde que ele não me falte com dinheiro, nem a mim nem aos filhos.

Já ouvi esta frase milhares de vezes.

Que sentimentos existem nesta relação?
Que fará esta mulher no dia que o marido faltar com dinheiro em casa ou que decidir sair?
Como se chama o sentimento que liga este casal? Amor ou conveniência?

Cada cabeça sua sentença.