Avançar para o conteúdo principal

Somos Todos Diferentes


Excelente filme!
Vem aí o fim-de-semana, relaxem e vejam “Somos Todos Diferentes”, a melhor história que vi até hoje.
A diferença não está na dislexia, está no sonho, na imaginação, na vontade de viver a vida, na felicidade, na compreensão, na liberdade, na mão amiga que nos dá a oportunidade de ganhar, de vencer, de evidenciar o nosso valor.
Chorem acreditando que essas lágrimas nos ensinarão a abater o medo que este mundo cruel e competitivo nos incute.
Desliguem a TV, apaguem as luzes e envolvam-se na história de Ishaan Awasth, um menino de 9 anos, um génio, que não sabia ler nem escrever.
Brown Eyes

Comentários

Brown Eyes disse…
O filme demora 2 horas e 42 minutos mas não irão perder tempo. O que mais vos tocou no filme?
Beijinhos e bom fim de semana para todos.
João Roque disse…
Vou ver, basta que seja recomendado por ti; só não sei quando...
De qualquer forma já está nos favoritos, para não esquecer.
✿ chica disse…
Deve ser maravilhoso mesmo. Guardo pra ver quando der. Esses temas são comoventes. beijos,chica e tudo de bom!
Brown Eyes disse…
João não percas. Foi-me recomendado e eu achei-o excelente, não só a história como ainda a maneira como uma realidade foi conduzida para que nos vincasse tão profundamente que nos obriga a lidar com os outros de uma maneira mais inteligente e menos egoísta. Afinal cada um de nós é diferente e cada um de nós tem uma função diferente neste mundo. Falta.nos sensibilidade. É um filme indiano de Taare Zameen Par. feito em 2007. Não sei como ele não teve mais publicidade. Merecia. Beijinhos e bom fim de semana
Brown Eyes disse…
Chica vale a pena esquecer tudo, relaxar e dedicares-te a este filme que demonstra que todas as crianças são especiais e muito mais. Beijinhos
Manuela Freitas disse…
Olá Brown Eyes,

Já vi este filme que me emocionou bastante. Concordo com tudo que disseste, o filme realmente toca-nos bastante e motiva que uma pessoa acorde e reformule as suas ideias, algo que sempre precisamos que aconteça!

Beijinhosssssss e bom fim de semana!

Manela
Fê-blue bird disse…
Amiga já está guardado para o ver no fds.
Ser diferente é um tema que me toca profundamente, e tu sabes porquê.
Ser descriminado por ser diferente ou nos enfraquece ou nos torna mais fortes, depende do carácter e da força de vontade.
O pior é que na nossa sociedade, e agora ainda mais, esta diferença é uma barreira muito difícil de ultrapassar.
desejo-te um excelente fim de semana.

beijinhos
Rosa Carioca disse…
Emocionante! Verdadeiro em muitos sentidos: no preconceito, na pressa em rotular e, felizmente, na presença de alguém que defende outra visão e que faz valer a diferença.
Algo excepcional nesse filme foi a posição do diretor; seria muito bom que tivessemos o apoio dos nossos superiores...
Um filme que devia ser visto por muitos professores!
Brown Eyes disse…
Manuela ainda bem que já viste. Como dizes faz-nos acordar e mostra-nos como tão facilmente se pode destruir uma vida. Felizmente apareceu o professor substituto de artes que lhe permitiu expressar o seu talento e conseguiu tira´-lo de uma depressão. A música é encantadora e auxilia a criar a história.Quantas vezes são os próprios pais os primeiros a bloquear a ida dos filhos ou por desconhecimento ou porque o comparam a outro ou a eles próprios esquecendo que somos todos diferentes, capacidade, personalidade e até objectivos.
Beijinhos e boa semana
Brown Eyes disse…
Fê pode tornar-nos fortes mas nunca o seremos suficientemente sem a ajuda da família. Venceremos se a nosso lado tivermos os nossos pais, de contrário acabaremos por perder demasiado tempo a separar-nos deles e muitas vezes quando o fazemos já perdemos demasiado.Os pais são um empecilho para a vida de muitos filhos, principalmente quando são eles a comparar o incomparável. Esta sociedade não tem em conta as diferenças e mede todos pela mesma medida parecendo que nada aprendeu ao longo dos anos. Quer ser tão perfeita que acaba por destruir pessoas com enormes capacidades só porque não cabem no modelo, modelo que ela criou à sua imagem e como ela é imperfeita e está repleta de vícios...Fê tanto no filme como na vida o génio acaba por vencer, pode levar tempo mas a verdade vem sempre à tona. Precisamos é de ter paciência. Ouve-me e acredita porque na minha vida tenho alguns exemplos disso. Esperar é uma virtude que acaba sempre por ser recompensada.Nunca devemos desanimar. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Rosa devia ser visto por muitos professores e educadores, com toda a razão. Os professores devem ter conhecimentos suficientes para ajudar os pais a educar os filhos. Muitos pais, no interior é onde mais se nota, não têm conhecimentos suficientes para reconhecer os problemas por que os filhos atravessam e não têm quem os ajude. Os professores por sua vez não têm tempo, penso que é mais disposição, para se debruçarem sobre os alunos. É mais fácil dedicarem-se aos que aprendem com facilidade e porem os outros de parte. Não pensam que as atitudes deles podem fazer a diferença na vida de uma criança. Sei que eles não têm 100% de culpa, há muita coisa envolvida neste processo. A maior parte das vezes a profissão é escolhida tendo em conta o status que dá ou até a remuneração e raramente a vocação e quem não está por vontade e a quem não lhe é reconhecido o mérito acaba por desmotivar e desinteressar-se. Quanto ao apoio dos superiores, raramente existe. Eles não são escolhidos pelas suas capacidades de liderança e de gestão mas sim por opções politicas e assim sendo pouco se pode esperar deles. É complexo porque várias pessoas estão envolvidas na educação de uma criança e várias podem ajudar, ou não, na vitória de uma vida. Beijinhos
Esse filme não estava na minha lista, mas agora fiquei curioso...
Brown Eyes disse…
Carlos vê e dá a tua opinião sobre o mesmo. Beijinho e obrigada
Fê-blue bird disse…
Amiga, ainda não tive tempo para ver o filme, sei que me compreendes, mas está aqui guardado para não me esquecer :)
Ter paciência é o que eu mais tenho, para o meu filho é que a paciência está a esgotar-se.


Vi que mudaste o visual, gostei!:) Um lindo e brilhante olho castanho num fundo que os faz realçar. APROVADO! :D

Beijinho
Brown Eyes disse…
Fê sei que é difícil manter a paciência durante muito tempo mas temos que a manter. Se a perdemos então é que nada se resolverá. Força!
Gostas? O problema é que gasto muito tempo e esta semana ainda não deu para visitar os blogs. Beijinhos, muitos.
Mar Arável disse…
Nas assimetrias

o equilíbrio
Brown Eyes disse…
Mar Arável nas assimetrias o equilíbrio, sem dúvida. Beijinhos
Amiga desejo que esteja bem.
Vou ver o filme sim.E agradeço
a informação.

Quero aproveitar para lhe desejar
a si e sua Família um FELIZ NATAL.
Que se encontre no seio de quem
gosta de nós a força suficiente
para suportar tudo aquilo porque
estamos a passar.Beijinhos, da
amiga
Irene Alves
Briseis disse…
Ora...logo agra que o trabalho anda mais mono, ainda arranjo um tempinho para ver isto... depois digo se gostei... Dou-te tantas dicas para livros, vou aceitar esta tua... =)
Brown Eyes disse…
Irene obrigada pelos votos. Desejo que tudo corra bem para vocês, nesta quadra e no ano seguinte. Ano que espero que nos traga a todos melhores noticias. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Briseis pois é, desta vez sou eu que dou uma dica. É um excelente filme, não percas, Beijinhos
Não tive oportunidade de ver...
Aproveito para lhe desejar um Natal Feliz
Brown Eyes disse…
Carlos obrigada. Que tudo corra bem para si também. Beijinhos
redonda disse…
Comecei a ver o filme sem saber que durava tanto tempo e fiquei agarrada. Fiquei aqui a vê-lo todo e gostei muito. Comoveu-me. No início fez-me lembrar o tempo que era criança e andava na escola, depois comecei a ficar muito preocupada com o Ishaan, até que chegou o professor de arte temporário que era uma pessoa tão incrível e especial. Gostei muito mesmo do filme e vou passar a seguidora do blog.
Brown Eyes disse…
redonda este filme agarra e como pudeste verificar é excelente dando-nos uma visão mais abrangente do ser humano. O professor de artes conseguiu descobrir o problema do menino e ajudá-lo a mostrar o quanto valiia. o tempo com este filme voa e nem damos conta. Beijinhos e obrigada

Mensagens populares deste blogue

Carnaval de Vermes

Fotoshop, para quê? Continuas Feia por Dentro!

Em primeiro lugar, vou pedir desculpa a quem costuma passar por aqui. Quem o faz sabe que há atitudes que me revoltam e que por isso...Vou desabafar. Tenho andado super, super indignada com certas publicações no facebook de uma pessoa que conheci há muitos anos, tantos que até já me esqueci. Trago essa pessoa atravessada porque foi e é, não acredito em milagres, a pessoa mais ordinária que conheci e que, infelizmente, tive que lidar de muito, muito perto. Há um tempo atrás descobri uma página dela no facebook (se cometer algum erro  não se admirem, sou uma dessas excepções que nada percebe sobre o facebook) e daí para a frente as publicações e até as páginas (os nomes também vão mudando) têm mudado (faz-me lembrar aquelas pessoas que passam a vida a mudar de número de telemóvel, sempre que querem fugir de alguém mudam de número de telemóvel). Muda tudo mas, a frase de apresentação vai mantendo o mesmo sentido, mais coisa menos coisa, a última é:
Sou amante do Universo, da paz, do conh…