Avançar para o conteúdo principal

O Estupro do Sonho

Um sonho, quando mal edificado, pode surripiar-nos a liberdade, pode levar-nos a estuprar o próprio “eu”.
A fama e o poder não são significado nem de felicidade nem de vitória.
Vitorioso é aquele que, acima de tudo, se ama, luta pela sua dignidade, pela sua honra mantendo, sempre, uma atitude nobre e respeitável.
Culpado é todo aquele que não respeita a vida, a individualidade, que se julga capaz de tudo para conseguir “ser”, esquecendo-se que nada é eterno. 
Um dia, o pano cai e quando cair transformar-se-á em grades, grades indestrutíveis que o cercarão durante toda a vida.   
Depois, depois não há nada a fazer. Não há desculpas que consigam inocentar ninguém.
A culpa nasce com a acção, nunca com a idade. 
A pena não liberta nem salva vidas. 
Brown Eyes

Comentários

Brown Eyes disse…
Neste tempo que estive ausente, por vários motivos (o projecto, o Natal, o Ano Novo, matança e até uma infecção nos ligamentos do tornozelo do pé direito) todos eles já resolvidos, houve uma noticia que me chocou, tanto que andei dias a falar nela. Tenho pena, pena que esta sociedade dê cada vez menos importância ao ser ao ponto de alguém se prostituir pelo ter. Submetermo-nos a algo sem vontade para obtermos uma contrapartida para mim é prostituição. Pura prostituição que se paga caro. Nada vale mais que a nossa liberdade. Nada vale mais que uma vida.
Beijinhos para todos e obrigado pelo vosso carinho.
Olga disse…
Gostei e concordo com cada palavra. Sonhar e construir o sonho mas sem que este esmague os outros porque o último a ser esmagado é ele próprio. Beijinhos.
art.soul disse…
excelente texto, Brown Eyes.
bem vinda!
Beijinhos
Poetic GIRL disse…
A falta que tu fazes! Ainda ontem pensei em ti e tu hoje fazes um dos teus excelente posts. Sem dúvida que não há nada pior de quem leva os seus sonhos tão a sério, a ponto de estragar a própria vida, depois não há sonhos que nos salvem! bjs
Se não for preciso ir ao notário, assino já por baixo.
pinguim disse…
Que bom ver-te de regresso!!!!
E este texto vem no dia próprio, com as palavras certas.
Brown Eyes disse…
Olga já tinha saudades tuas. Espero que andes bem, feliz e que estejas a passear no cimo da montanha.
Sabes que me admira o facto de as pessoas não medirem as consequências dos seus actos antes de os praticarem? De não saberem de antemão que terão uma pena a pagar se praticarem um acto brutal? Vou confessar-te algo:
Um dia alguém me tirou do sério, tanto que peguei na primeira coisa que tinha à mão e atirei. Resultado:
Não acertei na pessoa, estraguei uma toalha bordada e tive que limpar o chão que ficou imundo.
Conclui que: Aquele acto impensado só me tinha prejudicado a mim, afinal quem limpou fui eu. NUNCA MAIS AGI IMPENSADAMENTE. Prefiro virar as costas e ir passear. Cada vez que me aborrecem vêm-me logo aquela minha atitude à memória.
Já vi atitudes impróprias até no local de trabalho, desde baterem portas com toda a força ou até darem murros na mesa. Algo assim só faria se enlouquecesse já que teria vergonha, depois daquilo, de enfrentar as pessoas mas, para eles essas atitudes são banais, não pedem sequer desculpa aos presentes. Parece que se aceita tudo hoje e há sempre uma desculpa para utilizar. Sepultar um inocente não é problema. O que é certo e errado também depende do sujeito que pratica o acto.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
art.soul tenho que ir ver o teu blog, estou com saudades de beleza, arte e simplicidade. Obrigada. Beijinho Grande para ti.
Brown Eyes disse…
Bela obrigada. Tive muitas saudades tuas e pensei imensas vezes no curso e como te estará a correr tudo. Tu hoje deves saber mais como é difícil arranjar uns minutos quando temos tanto que fazer, é dificílimo. Só parei os dias que estive de cama por causa do pé mas, como não tinha lá o portátil pouco me adiantou. O trabalho limita o meu tempo e tenho muitas vezes que vir fazer listas e relatórios para casa. Claro está que é tempo que perco sem qualquer pagamento mas como temos que cumprir objectivos....Enfim, menos dinheiro e trabalho a dobrar.
Beijinhos.
Fê-blue bird disse…
Minha querida:
Que saudades dos teus posts, das tuas reflexões e da verdade que empregas em cada palavra.
Não escrevi sobre este assunto no meu blogue, porque quando sei de algo que não compreendo, não encontro dentro de mim palavras para o descrever.
Mas tu conseguiste dizer tudo.
Vender a alma, vender o corpo, por tão pouco.
Espero que agora consigas ter tempo e saúde para estares de novo connosco :-)
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Carlos não é preciso, por enquanto:).Obrigada. Beijinhos
Brown Eyes disse…
pinguim como sei que conheces muita gente "dita famosa" quando tive conhecimento desta noticia pensei muito em ti, se eu estivesse certa estarias a sofrer. Sofre-se mesmo não se conhecendo mas, conhecendo-se é dramático e revoltante. Um beijinho muito especial para ti.
Brown Eyes disse…
Fê estar como estava antigamente tem sido difícil. Antigamente conseguia ler, comentar e ir ver os comentários aos comentários mas, hoje já me dou feliz quando consigo ler e comentar. Os objectivos, malditos, tiram-nos o tempo até em casa mas, continuarei a fazer o possível e impossível. Há blogs ou melhor pessoas que não nos esquecem um minuto. Quantas vezes me lembro de vocês por dia? Muitas e por vezes muitas vezes adio a ideia de escrever um e-mail a mandar um beijinho. Sinto muito a tua, a vossa falta. O bocadinho que passo convosco faz-me falta. Beijinho Grande para ti
Petra Pink disse…
Bem-vinda querida brown!!!!!
amei o post....
Brown Eyes disse…
Obrigada Petra. Beijinho Grande
Para já um abraço de boas vindas.
Retomas o convívio pela porta grande com este belíssimo e contundente texto!
A violência sobre o sonho de sermos sem nos submetermos mais não é do que um acto bárbaro cometido sobre nós próprios.
O sonho é um acto de vida de que se não deve sair a correr, nem maltratar. Aos sonhos há que lhes dar tempo, deixá-los ganhar forma. Permitir que levedem, para que lhes conheçamos os contornos, vejamos as cores, ouçamos as vozes e outros sons, lhes toquemos os corpos, olhemos as caras e sintamos a alma.
Não é tarefa fácil!
No reino das fantasias reais habitam prestidigitadores de técnica apurada, que muitas vezes nos confundem, ficando nós, sonhadores desamparados, sem saber se ainda lá estamos ou, se por ventura, já não.
"A culpa nasce com a acção, nunca com a idade. A pena não liberta nem salva vidas".
Nada mais certo!
Um abraço.
Brown Eyes disse…
Carlos obrigada pelo excelente comentário que aqui deixaste que só veio enriquecer o post. Um beijinho Grande
B disse…
Bem-vinda de volta!!! (que bom, finalmente!) =)
E que belo regresso!
Devemos todos pensar um pouco nas consequências dos nossos actos mais insignificantes e medir o peso daquilo que desejamos para nós. Não é à toa que se diz "tem muito cuidado com aquilo que desejas!".
Um beijinho
Di disse…
Mas já reparaste que os vitoriosos deste mundo são verdadeiramente solitários?
Brown Eyes disse…
B por isso só desejo o que posso conseguir com o meu esforço, assim consigo-o de certeza e sinto o calor da minha vitória.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Di já e sabes que já várias vezes pensei em analisar esse tema profundamente? Pois já. Já reparaste que poucas pessoas conseguem viver felizes sozinhas? Já reparaste que muita gente tem relações ocas só para ter companhia? Quem sabe um dia arranjo tempo para analisar este tema. A tua pergunta está relacionada com estas, não te parece? Também estará com a prepotência que a vitória proporciona? Ou só é vitorioso quem é prepotente e desumano? Tanta pergunta que pode ser analisada e que nos pode levar a conclusões. Beijinhos Linda, que saudades!!!
disse…
Brown Eyes,
Pelos vistos o trabalho intenso terminou e voltaste ao espaço e convívio com estes amigos.
Fico feliz por isso. Fico feliz pelas palavras sensatas que escreves. Pelo apelo à dignidade que deixas a quem te lê. Não há nada como a sã consciência e a honra que um homem/mulher possam ostentar sem timidez ou falsidade.
Não há desculpas para os pulhas. Não há perdão para os que actuam contra o seu semelhante.
Beijinhos e obrigado por poder voltar a partilhar contigo estados de alma.
Caldeira
Brown Eyes disse…
Zé eu é que te agradeço por poder ter aqui a tua opinião, sempre fundamentada de alguém com conhecimento que tem a sua visão dos acontecimentos, uma visão própria e objectiva.
Beijinhos
Minha amiga, também tinha saudades
suas.Ainda bem que já passou o pior.
Como eu compreendo este seu texto.
Obviamente que uma vida tem que
estar acima de tudo. Obviamente que
há "quem se aproveite da outra pessoa - por vários motivos - e depois já não queira..." obviamente
que o caso mais recente, muito falado na Comunicação Social não
tem um só culpado.
Obviamente que é uma situação
que devia merecer reflexão. Nem
todos os meios se justificam...
A fama, a ribalta, não pode ser a
meta...ultrapassando limites
que não a justificam.
Um grande beijinho
Irene.
Ah, criei um novo blogue
http://sinfoniaesol.wordpress.com
quando quiser, será um prazer.
Brown Eyes disse…
Irene obrigada. Passarei por lá. Beijinhos. Até já
nacasadorau disse…
Bem-vinda amiga Brown Eyes!

Há uma empatia que senti desde o primeiro dia que aqui cheguei que me estava a fazer falta.
Fiquei muito feliz quando li o comentário lá em casa.
Obrigada por ter ido até lá!

Amiga, não há mesmo desculpa nem perdão possível.Nem ele se perdoará jamais pelo hediondo acto cometido.
Não mais terá paz.

Como bem dizes, a pena não liberta nem salva vidas.

Beijinhos
Brown Eyes disse…
Fernanda obrigada. A mim também me faz falta ter mais tempo para poder usufruir de tudo que as pessoas que sigo me podem proporcionar mas, infelizmente, a vida não nos permite ter tudo o que queremos. Se nos convencermos disto, que a nossa vida, os nossos sonhos têm entraves, entraves que temos e devemos aceitar talvez consigamos ser felizes e começar a ter sonhos realizáveis, que dependam apenas de nós. Evitavam-se muitas desgraças, como esta.
Beijinhos
avesemasas disse…
Brown,
quando se perdem a vergonha e a dignidade, já não há mais nada a perder.

Beijinho,
Ana Martins
free_soul disse…
Sonhar sempre mas concordo que um dia o pano cai!E se as grades caírem a volta de quem não respeita feliz daqueles que respeitam:)
Um beijo há já muito que aqui não vinha!
Carmo disse…
Olá Brown Eyes,
concordo com todas as palavras do seu texto.
Estamos numa sociedade sem valores, onde vale tudo para se atingir um sonho, sonho esse que nos pode trair e tranformar-se em pesadelo
Nada justifica tirar uma vida!

Um abraço

Boa semana
Pedrasnuas disse…
OLÁ MIÚDA...AO TEMPO!!! VIREI CÁ LER-TE E COMENTAR-TE...

JOKAS GRANDES E UM DOMINGO RADIOSO
Amiga passei para deixar um
beijinho
Brown Eyes disse…
avesemasas exactamente. Tenho pena é de quem sofre as consequências. Beijinhos. Obrigada Ana
Brown Eyes disse…
free obrigada pela tua visita. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Carmo obrigada. Claro que nada justifica e nada poderá servir de desculpa. O facto de gostarmos ou não de alguém não pode servir como escudo para justificar um crime.
Beijinho
Brown Eyes disse…
Pedras já há muito tempo mesmo mas, estou de volta. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Irene obrigada. Beijinhos para ti também.
Pedrasnuas disse…
VOLTEI AQUI...ORA, PENSO QUE FALAS DO TÃO FAMIGERADO CASO DE CARLOS CASTRO...
NINGUÉM MERECE ACABAR DE FORMA VIOLENTA E MONSTRUOSA ... MAS É ASSIM,VIVE-SE NUMA SOCIEDADE CADA VEZ MAIS ANSIOSA PELA FAMA,PELO ESTRELATO...E QUANTO MAIS DEPRESSA, MAIS RÁPIDO MELHOR...NÃO SE PERMITE QUE HAJA MÉRITO,CONQUISTA...É TUDO EM NOME DO INTERESSE E DO FACILITISMO...
E MUITA GENTE TREPA NA VIDA DESSA FORMA...QUANTA GENTE...
NA MINHA OPINIÃO HÁ AQUI UM OUTRO PONTO EXTREMAMENTE GRAVE...NÃO SE PODE JUSTIFICAR O INJUSTIFICÁVEL...
O RAPAZ MATOU COM RITUAIS DE CRUELDADE UM HOMEM DE 65 ANOS...ORA
MATOU,MATOU E MATOU...É AQUI ,NO MEU ENTENDER QUE RESIDE O CERNE DA QUESTÃO...ESTE RAPAZ SOFRE COM CERTEZA DE DISTÚRBIOS MENTAIS GRAVES...PORQUE NINGUÉM NO SEU PERFEITO JUÍZO COMETE UMA LOUCURA DESTAS...MAIS TARDE OU MAIS CEDO ESTE CRIME IA SE DAR...E NÃO FOI DEVIDO À PRESSÃO DO MUNDO DA MODA...ELE JÁ TINHA NELE QUALQUER "ANORMALIDADE"... ISTO É DOENÇA...OU ENTÃO ANDAVAMOS TODOS A NOS MATAR UNS AOS OUTROS...NÃO PODE SER!!!
HÁ POUCO TEMPO ATRÁS...UM CASAL RECÉM LICENCIADOS, TINHAM JÁ UM HISTORIAL DE SEPARAÇÕES NAS SUAS VIDAS...ORA NAMORAVAM,ORA SEPARAVAM...ATÉ QUE ELA ARRANJOU EMPREGO E DECIDIU COLOCAR UM PONTO FINAL NA RELAÇÃO E NÃO É QUE ELE FOI AO ENCONTRO DELA E DESFERIU 16 FACADAS MATANDO-A...ISTO É NORMAL?NÃO É!!! O RAPAZ DEVIA SOFRER DE ALGUM TRANSTORNO PSICÓLOGICO...E GENTE DESTA QUALIDADE TEM DE FICAR LONGE DOS OUTROS...BEM LONGE...

MUITOS BEIJINHOS
Chica disse…
Tens toda razão...Os panos e máscaras caem sempre e se nos deixamos levar apaenas pelo TER, deixamos de SER....beijos,chica
Brown Eyes disse…
Pedras depois deste teu comentário que hei-de eu dizer? Dizes e bem que esse rapaz tinha um problema, tinha, que não é normal matar assim, não, então porque as pessoas desculpam o culpado e culpam o "inocente"? Porque as pessoas não gostavam do CC, porque ele era homossexual? Sem dúvida. Será que o passado e a vida de alguém, a sua orientação sexual pode alterar a visão da realidade? Pode, nesta sociedade, para esta gente, pode.
Isto é o que mais me entristece. Obrigada pelo teu comentário Pedras. Beijinho Grande
Brown Eyes disse…
Chica caem sempre e sem ser como podemos agir correctamente?
Beijinho Grande e obrigada
Pedrasnuas disse…
EU PENSO QUE AS PESSOAS NÃO GOSTAVAM DO CARLOS CASTRO PORQUE ERA ISSO MESMO, HOMOSSEXUAL E MUITO EFEMINADO...E EU NÃO CONCORDO QUE SE DESCULPABILIZE O RENATO...NÃO É NADA JUSTO...MAS VAMOS SUPOR QUE O MAIS VELHO QUISESSE MESMO VIOLÁ-LO...DE QUALQUER FORMA ,O JOVEM TINHA FORÇA SUFICIENTE PARA AFASTÁ-LO,EMPURRÁ-LO...MAS NUNCA MATÁ-LO...E COM RITUAIS MACABROS MUITO MENOS...ENFIM...

TAMBÉM NÃO COMPREENDO QUE FAZ UM HOMEM DE 65 ANOS SE APAIXONAR POR UM JOVEM DE 21 ANOS?! É UM ABSURDO...HÁ CONFLITOS GERACIONAIS...´´E UMA PERFEITA ASSIMETRIA DE IDADES...AVÔ E NETO!?
POR FAVOR...
LAMENTO QUE DESTA FORMA SE TENHAM PERDIDO DUAS VIDAS...

BEIJOCAS
Brown Eyes disse…
Pedras concordo plenamente. Depois se deixou de querer lá estar ia-se embora. Não tinha dinheiro ia à policia. Matar nunca é solução e muito menos como ele o fez. Como dizes e bem há ali problemas psicológicos graves que viriam ao de cima, mais tarde ou mais cedo. Nada pior que conhecer, lidar com gente deste tipo, capaz de tudo para conseguir um fim. Já conheci alguma. Beijinhos
pinguim disse…
Não conhecia, e devo ser sincero, nem nunca tive vontade de conhecer...
Era uma pessoa de quem acho que não conseguiria ser amigo.
Mas tudo isso não invalida a realidade do que aconteceu, nem atenua os factos.
A tua análise é brilhante!
Brown Eyes disse…
Pensei que sim. Devemos ser sempre isentos. É o que me esforço por fazer, não sofrer influências, o que tento que os outros façam mas, sabemos que para algumas pessoas é difícil. Beijinhos
As pessoas desconhecem que o mal,
a arrogância de ser melhor, o abuso pelo humilde, o esquecer rápido quem parte, não o reconhecer se ele volta, e se sentir o favorito para as coisas belas do mundo - eles não sabem... que vivem uma ilusão e um dia pagam
essa divida, contraída ao longo da vida.
Por isso, cuidado quanto às ilusões
tecidas por acontecimentos que
parecem trazer a eternidade, nesta
vida.
Cuidado com essa mentira! Retroceda
se possível, pois é gente igual ás outras gentes e quando partir, será,
inevitàvelmente, esquecido aqui e ali...

Bom tema, "olhos castanhos que também podem ser verdes ou azuis".

Um beijo,

Mª. Luísa
Brown Eyes disse…
Luisa obrigada pelas tuas palavras. As pessoas esquecem-se que todos partimos e todos acabamos num buraco. Fazem tudo, pisam todos por algo que não é eterno: a fama, o poder, o dinheiro.
Beijinhos
Mz disse…
Também a idade não inocenta as acções, a idade acumula as acções e a idade acarreta ainda mais responsabilidade nas atitudes. Com este propósito, não existem classes sociais, raças ou opções sexuais, apenas integridade e respeito pelo ser humano com dignidade e nunca com falsas promessas e sonhos a troco de paixões forçadas. Por trás de um acto louco e sórdido existem motivos que nos ultrapassam. Quem mata terá de pagar e quem o provoca terá de pensar sempre nas consequências.
Lady Me disse…
Nunca tinha pensado nisto desta forma, mas faz todo o sentido!

Beijinho*
Fê-blue bird disse…
Passei só para te dar um beijinho e desejar-te um bom fim de semana .
Brown Eyes disse…
MZ por trás de um acto louco e sórdido existem motivos que nos ultrapassam, sem dúvida mas, eu penso que um acto tão louco como o que foi praticado só mesmo de um louco. Todos podemos matar mas, nem todos somos capazes de mutilar alguém, como foi o caso. Uma pessoa normal mata num momento em que esteja alterado mas assume e não mutila nem está cerca de uma hora a massacrar. Quanto às falsas promessas não sabemos se existiam e muito menos quem mentia. Quem matou fê-lo sem dúvida e por isso terá que sofrer as consequências e não há desculpa para o acto que cometeu.
Beijinho Grande
Brown Eyes disse…
Lady é a minha explicação para actos indignos de quem persegue um sonho a alta velocidade e não quer investir muito para o conseguir. As facilidades acabam por sair caras. Beijinho Grande para ti
Brown Eyes disse…
Fê um beijinho Grande Grande para ti. Bom fim de semana.

Mensagens populares deste blogue

Fotoshop, para quê? Continuas Feia por Dentro!

Em primeiro lugar, vou pedir desculpa a quem costuma passar por aqui. Quem o faz sabe que há atitudes que me revoltam e que por isso...Vou desabafar. Tenho andado super, super indignada com certas publicações no facebook de uma pessoa que conheci há muitos anos, tantos que até já me esqueci. Trago essa pessoa atravessada porque foi e é, não acredito em milagres, a pessoa mais ordinária que conheci e que, infelizmente, tive que lidar de muito, muito perto. Há um tempo atrás descobri uma página dela no facebook (se cometer algum erro  não se admirem, sou uma dessas excepções que nada percebe sobre o facebook) e daí para a frente as publicações e até as páginas (os nomes também vão mudando) têm mudado (faz-me lembrar aquelas pessoas que passam a vida a mudar de número de telemóvel, sempre que querem fugir de alguém mudam de número de telemóvel). Muda tudo mas, a frase de apresentação vai mantendo o mesmo sentido, mais coisa menos coisa, a última é:
Sou amante do Universo, da paz, do conh…

Carnaval de Vermes