Avançar para o conteúdo principal

Fragmento de mim

* Acontecimento importante a nível psicológico aos 10 anos;
A saída do meu País Natal. O que aqui encontrei era muito pouco para o que tinha e para o que queria na vida.
* Sansara: tudo na sua Vida volta ao seu devido lugar;
Sem dúvida. Se não acreditasse nisto já tinha desistido.
* Cuidado com a instabilidade pessoal;
Não sou instável. O que me perturba são as pessoas instáveis. Rodear-me por pessoas que não sabem o que querem, perturba a minha paz espiritual.
* Muitos altos e baixos na Vida;
Alguns. Como daremos valor às coisas boas se não conhecermos as más?
* Aprende com rapidez;
Aquilo que gosto e quero.
* Metódico(a) ou sistemático(a);
A cada segundo. Detesto perder tempo. O tempo é uma jóia raríssima, afinal todos temos um fim. Há que aproveitar bem cada segundo da vida.
* Crítico(a) consigo mesmo(a);
Só assim se pode melhorar.
* Imparcialidade;
Sempre, até quando estou incluída na acção que analiso.
* Cuidado com as dúvidas acerca da capacidade;
Não tenho dúvidas quanto às minhas capacidades. Tenho as capacidades que tenho, tento melhorar mas, sei que, a perfeição é impossível, não sou excepção.
* Mente agitada;
Em constante análise. A minha distracção surge deste movimento mental.
* Muda tudo a toda hora;
Não. Só mudo o que acho que não está bem e o que não gosto.
* Insatisfação;
Há coisas, na vida, que podemos melhorar constantemente. Há que mudá-las, custe o que custar. A felicidade é o fim que todos desejamos atingir. Enquanto houver algo que não me satisfaça não me sentirei feliz.
* Inconformismo;
Inconformo-me com a incorrecção.
* Preocupação com seu destino profissional;
O destino profissional nunca me preocupou. Preocupa-me sim ter que trabalhar numa organização desorganizada, mal gerida e onde não haja espírito criador nem justo.
* Habilidoso(a);
Já fui mais. Já fiz do lixo coisas úteis. Hoje sou hábil apenas com a forma de viver.
* Deve aprender a não ser radical;
Impossível deixar de ser radical e imparcial, está-me no sangue.
* Nervosismo;
Nem por isso. Sou, muito, quando me cruzo com a injustiça e falta de respeito. Saio de mim.
* Não "ande em círculos" em suas actividades;
Nunca ando em círculos. Sou directa nas atitudes e na forma de agir.
* Atrai a prosperidade quando despojado;
Exactamente. Posso andar parada, desinteressada mas, quando me defraudam, não sei onde vou buscar tanta actividade e tanta força. Aí mudo tudo num instante.
* Pensamentos repetitivos;
Sim, principalmente quando me mentem. Enquanto não me dizem a verdade, os meus pensamentos e palavras são repetitivas. Não compreendo a mentira muito menos quem não a assume.
* Aprecia automóveis ou corridas;
Adoro conduzir (menos desde que o código de estrada foi modificado. Agora conduzo com os olhos pregados no conta-quilómetros, com medo de passar a velocidade limite e ter penalizações na carta o que claro me tira a satisfação natural). Corridas? Adorava, antes da tal mudança, andava com velocidade mas, adorava mais, muito mais fazer gincana.
* Desinteressa-se fácil;
Desinteresso-me facilmente por tudo que começo a manipular com muita facilidade.
* Amplia ao máximo o seu conhecimento;
Tento aprofundar o meu conhecimento. O comportamento humano fascina-me e tudo que esteja relacionado com ele  interessa-me aprender.
* Cuidado com o desgaste emocional;
Tenho algum, com determinadas atitudes dos outros. Como já referi a mentira e a injustiça adoece-me, desgasta-me, perturba-me e cria-me muitas dúvidas. A dúvida desanima-me.
* Evite o extremismo nas atitudes;
Sou radical e extremista. As coisas estão bem arrumadas dentro de mim, tudo tem um sítio e não compreendo quem tem tudo desarrumado, ao ponto de não saber o que é importante. Nestas situações sou extrema, antes nada que um pedaço.
* Quer igualdade;
Sempre, para todos. Principalmente para os indefesos. Eu vou-me defendendo.
* Aprecia máquinas ou tem que lidar com aparelhos;
Só gosto das máquinas até não saber como funcionam depois, só utilizo as imprescindíveis. Prefiro, muitas vezes, utilizar métodos primitivos que me  poupam trabalho. Muitas máquinas são desnecessárias e pouco económicas, em termos de tempo e trabalho. Existem com o intuito de fazerem desperdiçar dinheiro. Máquina de lavar louça, por exemplo. Para que serve? Para fingir que a cozinha está arrumada? Se tenho que limpar a louça antes lavo-a logo.
* Mente mecanicista (lógica e prática);
Nasci assim o que não me facilita a vida, torna-me descrente. Dificilmente aceito uma justificação que não se baseie na verdade, cujos factos não sejam reais porque, além de ter uma mente mecanicista tenho boa memória. Relaciono o passado e o presente o que, invariavelmente, derruba a minha vontade de acreditar.
* Os outros não acompanham o seu ritmo;
É natural que não. Como tenho tudo organizado e sou rápida a aprender enquanto os outros estão, ainda, na fase de aprendizagem eu já tenho a forma fácil de concluir a  tarefa,  em menos tempo e com eficácia.
* A rotina pode ser esmagante;
É, em tudo. Perturba-me. Não consigo compreender como se pode viver uma vida sem mudanças. Há quem viva. Há quem viva anos a trabalhar no mesmo sítio, sem aprender nada, convivendo com as mesmas pessoas. Impossível, para mim. Mas, o mais engraçado é que, pessoas capazes de mudança são mal vistas. Porque será? Esta não a compreendo? São consideradas instáveis? Que tem instabilidade a ver com desenvoltura? As outras não mudam porque duvidam das suas capacidades de aprendizagem. Não será? Arriscar é um dos elementos essenciais para girar a vida.
* Curiosidade;
Muita. Se não fosse ela não tinha aprendido e descoberto o que descobri.
* Expectativa pessoal;
Tenho. Se não tivesse expectativas, esperança de vencer, não gostava tanto de participar em desafios.
* Esforço contínuo;
Devia esforçar-me mais. Nunca me esforcei muito. Há quem me vença.
* Quer globalizar (abraçar) todos assuntos;
Não. Há assuntos que não tenho interesse nenhum sobre eles. Muitos. Exemplo disso é o futebol e a política. Quanto menos souber melhor. Estão ligados à corrupção e à injustiça, tudo que souber destrói a minha paz. Depois de destruída é impossível calar-me e não agir.
* Atenção quanto a ouvidos, metabolismo, circulação e área neuromuscular;
Será?
* Eficácia;
Tento ser eficaz. Serei?
* Evite a intolerância;
Sou  intolerante. Quando corto relações com alguém nada consegue reabilitar essa pessoa. Faço-o depois de dar várias oportunidades, ou não, dependendo da atitude. Quem me faltar ao respeito não tem mais hipóteses. Está cortado, sem o mínimo remorso. Os calculistas, os injustos, os mentirosos, os traidores, os falsos, os oportunistas, os vigaristas, os interesseiros nunca mais se reabilitam. Morrem.
* Faça as coisas uma de cada vez;
Hoje já faço. Aprendi que o erro surge da pressa.
* Gosta de estimativas ou estatística;
Gosto? Utilizo o raciocínio no meu dia a dia mas as conclusões tiro-as do que observo, não de estimativas ou estatísticas porque, a amostragem pode não ser a mais correcta.
* Conhece um círculo grande de pessoas;
Conheço muita gente, travo conhecimento com facilidade mas, considero poucas pessoas como amigas.
* Não se feche em si mesmo(a).
Não? Podemos ser muito sinceros mas, no nosso íntimo, haverá sempre pedaços que nos pertencem. Não assumir isto é faltar à verdade. Preservo-me. Que interessa aos outros a vida de cada um? A minha muito menos. Há erros que não cometo, este é um deles.
Aqui fica a conclusão do estudo do meu nome. Não disse tudo mas,  muito já foi dito. Obrigada a todos os participantes, principalmente aos que deixaram a sua opinião sobre mim. 
Brown Eyes

Comentários

Olga disse…
Gostei da tua análise. Claro que não resisti e fui lá colocar o meu nome, achei que em algumas coisas estava acertado mas noutras não me revi. Acho que o tarot acabam por nos dar a possibilidade de várias leituras, mas é sempre bom fazermos uma leitura de nós próprios, e como sabes tenho aprendido a fazer isso ao longo destes meses, mas o mais importante também tenho aprendido a viver o dia a dia com o sorriso nos lábios que tanto precisava. Beijinhos.
AVOGI disse…
Vim retribuir a visita ao meu rural. gostei desta análise nem toda a pessoas são tão correctas e sensatas que coloquem o dedo na ferida como aqui vi ser posto. A mm se calhar ia-me faltar um pouco de sensibilidade. há coisas que nos perturbam dizer. Admiro as pessoas corajosas. kis
Gostei de ler mais sobre voce.
Coloquei meu nome lá, e não é que muita coisa foi bem parecida comigo mesmo?

Beijo
Brown Eyes disse…
Olga fascinante são as análises que fazem sobre a pessoa e que nos permitem parar e pensar um pouco sobre nós.
Obrigada, beijinhos
Brown Eyes disse…
Avogi obrigada. Ninguém é coberto só de qualidades, temo defeitos e eu tenho alguns. Para quê fugir da verdade? Para chegarmos a atingir a felicidade completa temos que ser sinceros, principalmente connosco. Beijinhos e obrigada pela companhia.
Brown Eyes disse…
Ana Cristina levou-te a reflectir não foi? O que é excelente. Beijinhos e obrigada pela tua companhia.
Brown ser sinceros "pelo menos
connosco", sim é importante, já que
há muitas pessoas que nunca são
sinceras connosco ao longo da nossa
vida, e por vezes quem menos esperamos.
Obrigada pelo comentário deixado
no meu blogue.
Beijinhos/Irene
Chica disse…
É muito interessante saber um pouco mais de nós mesmos e no caso,de ti e tuas reflexões sobre o que tu analisaste de lá! Muito legal! beijos,linda semana,chica
Olhos Dourados disse…
Então já conheço mais um bocadinho de ti!
Poetic GIRL disse…
Não estavamos assim tão enganados... bjs
Brown Eyes disse…
OD um bocadito. Há sempre algo que nem nós conhecemos, não é?
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Pois não. Beijinhos
Di disse…
Tenho algumas coisas muito parecidas contigo - aquela fome de vida e experiências, a curiosidade que não me deixa dormir, a vontade de conhecimento -, mas tu conseguiste atingir uma calma que ainda me falta.
Um dia, talvez eu chegue lá. Por agora, estou tão bem assim! E tu também!
Adoro a maneira como és *
Brown Eyes disse…
Di vais chegar. Também não a tinha. Fazia tudo, como se diz, com o coração na boca. Hoje não. Tornei-me mais calma e já não desperdiço energia.Desperdiçava muita em batalhas inúteis mas também ganhava muitas assim. A idade muda-nos muito. Chegasse aos 40 e já se começa a visualizar o fim e começamos a poupar-nos mais. Estás muito bem assim. Lembro-me de onde te conheci, os bloggers portugueses. Lembraste? Conheci aqui o teu começo e já tens 70 seguidores. Achas que é por acaso?
Beijinho grande
Gostei muito do seu espaço. Excelente texto! Um convite à reflexão.

ótima semana!

bjos
MZ disse…
Mas que grande análise sobre ti própria, Brown Eyes!
Sobre as máquinas, fiquei deveras surpreendida... eu a falar de electrodomésticos e de novas tecnologias e tu o que gostas mesmo é de velocidade, automóveis! Foi surpreendente esta tua revelação... mas eu acertei em alguns aspectos da tua personalidade e que achei que fosse compatível.

Com que então gincana, não é sua rebelde :)
beijinhos
Pedrasnuas disse…
UF...HOJE CONSEGUI LER-TE...FINALMENTE...MAS QUERO DIZER-TE QUE ESTOU MUITO GRATA PELAS TUAS INTERVENÇÕES PERTINENTES,PELAS PALAVRAS AMISTOSAS,DE APREÇO E SOLIDARIEDADE...JÁ HAVIA UM GOSTINHO DE SAUDADE ... NÃO PROMETO LER OS OUTROS POSTS MAS TENTAREI...FIQUEI A CONHECER UM POUCO DE TI...QUE AFINAL É UM POUCO SEMELHANTE A ESTA PESSOA AQUI.
O MEU LEMA É NÃO FAZER AOS OUTROS AQUILO QUE NÃO QUERO NEM DESEJO QUE FAÇAM COMIGO...
MAS SER EXIGENTE COMIGO E COM OS OUTROS.
DIGAMOS QUE ÉS AQUELE TIPO DE MULHER QUE SE CONHECE BEM...O QUE É BOM...MUITO BOM MESMO!

OBRIGADA POR ESTARES AÍ ATENTA...
(ESTOU VOLTANDO AOS POUCOS...)

BEIJINHOS

COM AFECTO

PEDRAS
Helga disse…
Muito bem! Gostei de conhecer uma pouco mais sobre a pessoa que és, e descobri que nestes dois pontos somos muito parecidas:

"Tento aprofundar o meu conhecimento. O comportamento humano fascina-me e tudo que esteja relacionado com ele interessa-me aprender."

"As coisas estão bem arrumadas dentro de mim, tudo tem um sítio e não compreendo quem tem tudo desarrumado, ao ponto de não saber o que é importante."

Um beijinho:)
Helga disse…
PS: Como e onde posso fazer a minha análise? Agora fiquei super curiosa!
A.S. disse…
Sabes... revejo-me em grande medida neste teu excelente texto!


BeijOOO
AL
Patty disse…
É engraçado como lendo o que publicas e comentas, nós ficamos com a sensação que já te conhecemos um bocadinho e hoje não ler a tua analise vi que não estava errada. Claro que fiquei a te conhecer mais um bocadinho.
Bjocas
Patty
caminhante disse…
a numerologia, por vezes, acerta em alguns aspectos... noutros, falha completamente. mas, como dizes, serve para ajudar a conhecer-nos um pouco mais. porque obriga-nos a pensar... a ir mais fundo (de nós mesmas)

beijinho
Lala disse…
Bem cá me queria parecer que eras Linda!!! ;D

Beijinhos***
Melga disse…
O teu olhar no olhar dos outros, onde se vê a iris mas na penumbra da retina permanecem muitos outros fragmentos, quiçá muito mais significantes e relevantes da tua personalidade.
Bjo*
Di disse…
Ainda bem que todos podem ler o que escreves, e com atenção, perceber quem és realmente. És digna de ser conhecida e a tua inteligência fascina-me. Sou tua fã!

É exactamente assim que eu sou! (credo, tens alguma bola de cristal escondida debaixo da cama?! xD). Sou tão desbocada e meto-me em batalhas que muitas vezes nem me dizem respeito! Não gosto de ser pisada e quero sempre frizar o meu ponto de vista, quero sempre deixar claro de onde venho e o que penso. Às vezes sou tão teimosa nessa minha luta que me torno insensível aos olhos de algumas pessoas... Felizmente, quem me conhece diz que eu sou o oposto! E não é isso que importa?

Penso que nada é por acaso! E acredito sempre que devemos retribuir tudo o que recebemos de bom na nossa vida - aos que amamos, aos que nos dão algo de si, a nós mesmos!
(mais em tom de desabafo do que no seguimento da conversa: sabes aqueles blogs dos quais toda a gente fala e que são os mais seguidos? Faz-me confusão as pessoas que os escrevem não tomarem o tempo de se sentarem em frente ao pc e darem um pouco de si aos que as seguem... Não entendo o motivo. Tu por exemplo, perdes sempre tempo a comentar o meu blog, mesmo que seja o post mais idiota de sempre... Tu preocupas-te e é isso que eu admiro nas pessoas :) Muitos dos escritores desses blogs não querem saber, e eu pergunto-me, como raio é que tanta gente segue um blog que não retribui a atenção e o carinho?!)

Beijinhos grandes*
Brown Eyes disse…
Angela Reis obrigada pela visita. Desculpa só agora te responder. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Pedras chegou a minha vez de me ausentar, espero que por pouco tempo. Preciso mesmo de descansar. Não tens que me agradecer nada, tudo o que faço é com prazer e os teus espaços enriquecem-me. Quero dizer-te que esse sempre foi também o meu lema: Não faças aos outros o que não queres que te façam a ti, se todos o seguissem o mundo era um paraíso, pena que não seja assim. Os ditados encerram anos de conhecimento e são um manual perfeito para uma vida feliz. Beijinhos
Brown Eyes disse…
Helga podes fazer a análise aqui:
http://www.kumaras.net/arcanop/
Como tiveste ocasião de reparar, no meu caso não houve grande distância. Helga ter as coisas bem arrumadas é essencial para conseguirmos uma vida feliz e para não deixarmos que nada perturbe a nossa paz. Quem não as tem é facilmente influenciado e sabes que a manipulação é muitas vezes prejudicial. Conseguir pensar livremente só nos beneficia. Um beijinho grande e desculpa só agora responder mas....Voltarei porque tens muito para me dar.
Brown Eyes disse…
As obrigada pela companhia que me tens feito. Beijinho
Brown Eyes disse…
Patty o meu lema sempre se baseou na verdade. Não sou perfeita, por mais que tente nunca o conseguirei, tenho defeitos, muitos, como todos, para quê esconde-los? Errei e erro mas posso aprender com os erros, é o que faço. Sei que há coisas que, jamais, conseguirei mudar, são muito minhas e têm uma raiz muito profunda, mas tentarei melhorar a cada dia. A minha maneira de ser pode ser controversa mas é minha. Gosto dela tanto como de mim. Aceito os meus defeitos e qualidades, aceito-me. Todos devíamos ser assim. Não podemos, nem queríamos, ser todos iguais, a vida seria uma monotonia. Sou de ideias fixas, o que já me prejudicou e beneficiou, não fujo, enfrento. É tão simples conseguirmos a felicidade, basta aceitarmo-nos. Aceito-me, amo-me mas há uma coisa que nunca faço, desdenhar, pisar ou criticar quem assim não é. Os outros para mim são diferentes, apenas isso, nem eu sou melhor, nem os outros piores. Gostaria que todos conseguissem compreenderem-se e amarem-se, contribuirei para isso, para que todos encontrem o caminho mais fácil da vida.
Beijinho grande para ti
Brown Eyes disse…
Caminhante serve para nos levar à nossa verdade, a conhecermos este nosso mundo, que se esconde por trás, milhares de vezes, de nós. Beijinho grande para ti Suzana.
Brown Eyes disse…
Lala linda és tu, muito. És o que eu chamo de uma MULHER, que nos orgulha a todas.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Melga são esses fragmentos todos que eu quero conhecer. Beijinhos para ti
Brown Eyes disse…
Di, a minha menina, a minha menina mulher. Menina na idade, comparando com a minha, mulher nas reflexões que faz, na visão que tem da vida. Tu não tens posts idiotas Di, tu não és uma menina oca, por isso te acompanho e sinto a tua falta. És uma mulher sincera, que dizes o que pensas sem se preocupar com o que os outros irão pensar. Não estás aqui para agradar, estás aqui para seres tu, com defeitos e qualidades, por isto gosto tanto de ti. Sei que tu nunca me decepcionarás, não és fingida e além de mais és muito inteligente, tão inteligente que já conseguiste, com a tua tenra idade, um conhecimento que muitos nunca atingirão. Por tudo isto gosto de ti, sinto a tua falta e te valorizo. Beijinho grande Linda
Di disse…
Olha que é muito dificil deixarem-me sem palavras (nota-se muito?) e tu conseguiste isso...

Obrigada pelo apoio! Às vezes tenho tanto medo da maneira como sou que penso se não deveria ser diferente... E depois vem alguém especial como tu lembrar-me do quanto é bom ser-se diferente e único.

Obrigada pelo carinho!
Espero que estejas melhor. Desejo ler novos textos teus! E saber que estás bem!

Nunca te vou desiludir, acredita =)

Tu também és uma menina, admite!

Beijinhos grandes*
Miguel disse…
Um post interessante... de uma personalidade que parece interessante... Aqui e ali parece haver alguma contradição...

Beijinhos
Brown Eyes disse…
Miguel obrigada pela visita. Contradições? Existem de certeza. Quantas vezes traímos a nossa maneira de pensar? Muitas. A perfeição vai-se conseguindo ao longo dos anos e ela consegue-se, em minha opinião, na obtenção de um comportamento linear, em sintonia com o nosso pensamento. Nem sempre é assim.
Beijinhos
Miguel disse…
Já te visitei algumas vezes... Raramente comento mas também já comentei...

As contradições que referia, e uma vez que é de uma analise feita algures (onde?), tem a ver com essa analise e não propriamente com o que fases ou não...

Se traimos a nossa maneira de pensar, acho eu, isso nunca é bom...

Pensando bem no assunto, nem deve ser facil isso acontecer. Repara, ou és uma pessoa de carácter, que pensa e tem uma linha de raciocinio razoavelmente definida, e segues essa linha; ou o teu carácter é "gelatinoso", inclina-se para o lado de onde sopra o vento, e as tuas atitudes estão de acordo com isso. Dificilmente se poderá dizer que trais a tua maneira de pensar porque o que tu pensas é em tirar partido das situações sempre e não seguir uma linha de pensamento mais rigida...

Não sei se faz sentido...

Como tu dizes, e eu concordo plenamente, a perfeição (que sabemos que nunca será alcançada a 100%) com a obtenção de consistência nos nossos actos num caminho linear... Nem sempre se consegue mas é muito dificil que tenhas atitudes que vão contra as tuas convicções... Não digo impossivel, mas dificil... Nunca acontecerá muitas vezes...

*
Brown Eyes disse…
O meu caracter não é gelatinoso mas, por amor, ja fui condescendente e em matérias essenciais para que eu consiga ter uma vida plena de felicidade. Já perdoei a quem me mentiu, a quem me traiu, sempre que há uma mentira para mim existe uma traição, a quem não foi suficientemente corajoso para enfrentar a verdade. A verdade para mim é tudo, jamais fugiria dela, jamais mentiria para me defender, no entanto, perdoei a quem o fez. Era de situações destas que eu falava. Nem sempre hajo de acordo com o que penso, principalmente em relação aos outros, a pessoas que amo, perdoo-o o que para mim é imperdoável. Há sentimentos que nos obrigam a ter atitudes impensáveis. Nunca compreendi porque alguém mente como poderia imaginar perdoar mentiras? As nossas atitudes nem sempre são lineares, dependem do sentimento que dedicamos a quem age contra a nossa verdade. Se sou uma pessoa que segue a justiça, que luta por ela com unhas e dentes deveria ter a mesma maneira de julgar as pessoas, não era? Pois, não tenho. Desculpo e compreendo demasiado quem amo.
Eu sigo, em relação a mim, uma linha de pensamento rigido. Tirar partido de uma situação não está de acordo comigo. Não tiro partido de nada. Jamais mudaria a minha maneira de pensar para meu beneficio. Sou muito rigida comigo e sigo à risca os meus valores. Não estou cá para beneficiar, estou cá para viver de harmonia com a minha consciência. Como o pão que o diabo amassou, se for preciso, desde que a minha visão da vida, os valores que acho essenciais estejam em causa.
Miguel o amor faz-me, fez-me ter atitudes contra as minhas convicções. Não estou só a falar do amor entre homem e mulher, falo do amor em geral.
Miguel disse…
Sabes o que te digo?
Percebo-te e partilho dessa visão.

Deves ser um ET também...
Brown Eyes disse…
ahahahah ...ET não diria mas tento corrigir os meus erros, tento ser quem desejo ser mesmo sabendo que o caminho a percorrer é o mais duro, que terei muito que sofrer, que as pessoas nunca me entenderão. Vivemos num mundo onde a facilidade é aplaudida, onde a aparência vale mais que o ser, onde tudo se faz por dinheiro e por poder, num mundo que, sinceramente, nada tem que ver comigo.
Miguel obrigada por esta troca de ideias.
Beijinhos
lunatiK disse…
Viva
não é dificil conhecermo-nos a nós próprios, mas ter noção do que somos e como somos, e dizê-lo com esta facilidade já não é tão comum, parabéns.
Bj
Brown Eyes disse…
lunatiK todos erramos, afinal somos humanos, todos temos defeitos, se os conhecermos, se os admitirmos, se não os escondermos evitamos muitos atritutos já que só se liga a nós quem concordar com a nossa maneira de estar e pensar. Aceitarmo-nos é a chave para sermos aceites. Todos somos únicos mas nem todos aceitamos a diferença. Eu aceito-a, a minha e a dos outros.
Beijinhos e obrigada pela tua visita.

Mensagens populares deste blogue

Fotoshop, para quê? Continuas Feia por Dentro!

Em primeiro lugar, vou pedir desculpa a quem costuma passar por aqui. Quem o faz sabe que há atitudes que me revoltam e que por isso...Vou desabafar. Tenho andado super, super indignada com certas publicações no facebook de uma pessoa que conheci há muitos anos, tantos que até já me esqueci. Trago essa pessoa atravessada porque foi e é, não acredito em milagres, a pessoa mais ordinária que conheci e que, infelizmente, tive que lidar de muito, muito perto. Há um tempo atrás descobri uma página dela no facebook (se cometer algum erro  não se admirem, sou uma dessas excepções que nada percebe sobre o facebook) e daí para a frente as publicações e até as páginas (os nomes também vão mudando) têm mudado (faz-me lembrar aquelas pessoas que passam a vida a mudar de número de telemóvel, sempre que querem fugir de alguém mudam de número de telemóvel). Muda tudo mas, a frase de apresentação vai mantendo o mesmo sentido, mais coisa menos coisa, a última é:
Sou amante do Universo, da paz, do conh…

Carnaval de Vermes