Avançar para o conteúdo principal

Agnes, a Santa das Sarjetas


Agnes nasceu a 26 de Agosto de 1910, na Macedônia, filha de pais albaneses.
Estudou numa escola não católica e aos doze anos despertou para a vocação religiosa. Entrou para a congregação Mariana das filhas de Maria e começa a ajudar os pobres em sua própria casa.
Começa, assim.  a sua vida de entrega. Em 1931 fez a profissão religiosa, emitiu os votos temporários de pobreza, castidade e obediência passando a chamar-se Teresa, em honra à Santa Teresinha.
Foi professora de Geografia, no colégio bengalês de Sta Mary, tirou um curso de enfermagem, e em 1948 reformula a sua trajectória de vida dando inicio a uma nova congregação de caridade. Nacionaliza-se indiana. O seu objectivo era ensinar crianças pobres a ler. Nasce a Ordem das Missionárias da Caridade. O hábito era o sari branco, significava pureza, e azul, a cor da Virgem Maria. O principio, desta Ordem, era o abandono de todos os bens materiais. Cada irmã tinha um prato de esmalte, um jogo de roupa interior, uma par de sandálias, um pedaço de sabão, uma almofada, um colchão, um par de lençóis e um balde metálico.
Reuniu algumas crianças e começa a ensinar-lhes o alfabeto e as regras de higiene, além de angariar donativos e de difundir palavras de alento e de confiança em Deus.
Em 1950 começa a auxiliar os doentes leprosos.
Em 1965 o Papa Paulo VI dá-lhe autorização para se expandir para outros países. Surgem então, em vários países,  centros de apoio a leprosos, velhos, cegos e doentes com HIV, escolas, orfanatos e elabora trabalhos de reabilitação com presidiários.  
Em 1979 Teresa recebeu o Prémio Nobel da Paz pelo seu trabalho.
Faleceu a 5 de Setembro de 1997, vítima de uma parada cardíaca.
Esta é a história de vida de  Madre Teresa de Calcutá, a beleza e  a coragem de uma mulher que deixou o aconchego, o carinho da sua família, para dar. Dar aos outros algum conforto, algum afecto, alguma esperança, algum amor. Ela não julgava as pessoas, amava-as.
Procurava as pessoas para lhes saciar a  fome de pão ou de amizade.  Não dava banho a um leproso por um milhão de dólares mas, fazia-o por amor. O seu único descanso era o amor, não precisava de outro.
Não deixava que ninguém saisse da sua presença sem se sentir mais feliz. Para ela o dever era  individual,  decorria da necessidade de se entrar em acção, e não da necessidade de insistir com os outros para que fizessem qualquer coisa.  Pedia que não  amassemos  pela beleza, pois um dia ela acabava, que não amassemos por admiração, pois um dia nos decepcionaríamos, que amassemos apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação.
Esta mulher, franzida, corcovada, com um simples sari preso ao corpo é a minha imagem de beleza. Não há mulher mais bela  que Ela.
Não pode uma Paris Hilton, uma Angelina Jolie, uma Pénelope Cruz competir com esta beleza, pura, de entrega, de amor ao próximo. Por mais donativos que, estas mulheres, possam dar aos pobres continuam, sempre,  no luxo dos seus lares.
Um cirurgião plástico pode embelezar o meu rosto mas, jamais, conseguirá embelezar o meu coração.

Para Fábrica de Letras.Tema do mês: Beleza
foto tirada do blog fotosquefalam
Brown Eyes

Comentários

Mulher a 1000/h disse…
Realmente um texto muito lindo, rico e cheio de beleza! Daquela mais valiosa e mais rara! Curioso, que com um coração tão grande e tão trabalhador ela acabe por morrer da paragem dele, não é?! Não deixa de ser irónico! Parou o coração, morreu a mulher! Mas tens razão... jamais em tempo algum se conseguirá embelezar um coração com plásticas, cremes e artifícios!
Poetic GIRL disse…
Mary Brown estes teus posts fazem o meu coração sempre bater mais forte! Mal vejo no google reader que publicas-te algum lá venho eu a correr, tal é a vontade de me perder nas tuas palavras... oh eu nem sei que te diga. Apenas que sim tens razão não há nem nunca houve mulher com a beleza da Madre Teresa. Isso sim é amor incondicional, sem esperar nada em troca... gostei especialmente desta tua frase "Um cirurgião plástico pode embelezar o meu rosto mas, jamais, conseguirá embelezar o meu coração. "!!!!!!! acho que se poderá tornar um lema de vida... bjs
meldevespas disse…
A entrega é o acto supremo de beleza realmente. Não posso deixar de me interrogar sobre a fealdade que reconheço em mim na minha incapaciade para a entrega incondicional aos outros. claro faço-o, todos o fazemso, dentro de casa, com a minha familia, os meus filhos, o meu nucleo duro, ou seja, não faço nada demais, não excedo os muros do meu conforto. Isso torna-me menos bonita, tenho a certeza, e a inercia agrava o estado. Muit bem lembrado Mary, mesmo, não terems a força de Agnes, a fé de Agnes, tenhamos então pelo menos a admiração.
Beijinhos grandes
Gingerbread Girl disse…
Estes seres são raros. E mais rara ainda é a sua beleza.
Li algo, há muito tempo, sobre os grandes génios, que só nasce um em cada cem anos.
Mozart, Einstein, Miguel Ângelo...

Acho que há muita gente como Teresa, ainda que a visibilidade mundial não tenha chegado a elas.

Há muita gente que larga tudo e vai ajudar quem precisa, há muita gente com uma empatia total pelo ser humano... que dá sem esperar nada em troca, que vive sem nada, para assim poder dar tudo.
Gente admirável, inspiradora... Gente que não eu, claro.
Era lá capaz de viver sem o meu sofá e sem o meu microondas e sem a minha cama de 1.90m por 2m?!?
Fosga-se! No way! :p

Não sei o que se passava na cabeça de Teresa, mas acho-a, pelas suas acções, um ser humano de perfeição espiritual. Definitivamente.

Comparem-na com o papa, lá no Vaticano no seu cadeirão, enterrado em ouro até às orelhas... comparem.
Bah!


*
pinguim disse…
Completamente de acordo; a beleza só o é realmente se é "consistente" e a Madre Teresa nesse campo não fica atrás de ninguém, apesar de ter sido sempre tão franzina...
Brown Eyes disse…
Sílvia é mesmo irónico: um grande coração morrer de uma paragem cardiaca. Teve uma morte sem sofrimento, sofreu tanto em vida pelos outros, merecia uma morte assim.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Bela o teu google reader não te engana? O meu engana muitas vezes. Hoje a beleza é banal, qualquer pessoa que tenha dinheiro e queira pode ficar bela. Não há nada que não possa ser mudado. A beleza exterior é cada vez mais vulgar. Eu como aprecio o que é raro, o que é caracterísrico de cada um, tenho adoração pelo invulgar. Admiro tudo e todos que têm este tipo de capacidade, de amar pondo de parte toda a comodidade. Esta mulher, apesar de como sabes eu não ser católica,foi, sempre, uma mulher que eu admirei. Eu não tenho capacidade para amar assim mas gostava de ter. Ela nasceu Santa, eu não. Pena.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Mel para mim não há nada mais belo. Eu também sou feia, muito feia. Entregarmo-nos na familia é algo que nasce com a mulher mas, esta entrega, só mesmo uma Santa.
Mel se na religião católica houvesse mais Madres Teresas, não era? Como conseguia aquela mulher ter tanta força? Ela é única.
Beijinhos
Melga disse…
Quem são aqueles seres que enunciaste no fim do teu post? Os das revistas cor de rosa, pois claro.

Ricos na carteira mas pobres de espírito!
Brown Eyes disse…
Ginger pois é seres destes não há muitos. O Papa devia realmente seguir os passos dela, como dizes tirar o rabo do cadeirão e dar a vida pelos mais necessitados. O admirável não é só dar sem receber é ter dado com a enormidade que deu. Imagina nós só com aqueles pertences. Só tinha um jogo de roupa interior. Quando li isto perguntei-me logo? Como se mudavam? A minha aflição foi logo essa. Vê a diferença. Já para não falar no sofá, no banho, etc. É que ela quantas vezes nem água teria para lavar a cara.
Esta mulher é mesmo excepcional. Tentei encontrar outro exemplo de beleza mas, não encontrei ninguém maior que ela.
Espera aí, tens razão quando falas na visibilidade mundial. Haverá decerto muitas Madres Teresas, as suas seguidoras e outras mas, claro, não as conhecemos. Esta é uma homenagem a elas.
Beijinhos
Ana disse…
adorei o texto.
realmente uma pessoa experiencia a beleza em muitos lugares e através de muitos modos. ao contrário do que muitos pensam a beleza não reside no exterior mas no interior. são as nossas acções, intenções e quereres que definem a beleza do que somos, enquanto pessoas, enquanto seres.
beijinho. :)
Brown Eyes disse…
pinguim tão franzina e com tanta força, com tanto querer. Se ela conseguia muito mais conseguiriamos nós. Eu sou cobarde, tenho medo de abandonar tudo pela incerteza. Enfim, falta-me muita coisa, para ser sincera.
Beijinhos
MZ disse…
É curioso que Madre Teresa de Calcutá morreu de paragem cardíaca quando estava a preparar um serviço religioso em memória da princesa Diana de Gales, sua grande amiga falecida seis dias antes.
Esta amizade não era certamente por ela (Diana) ser um ícone de beleza e de moda. Esta amizade existia porque ambas partilhavam causas humanitárias cada uma com o seu estatuto.

Madre Teresa dizia:
"...sejamos veículos de exemplos e fontes de influência positivas..."

Angelina, Penélope, ou outras(os) tantos que se mobilizam dando a cara como fig. públicas e dando os seus milhões estão de certa forma a executar uma das mensagens que Madre Teresa deixou... ainda não vi nenhuma notícia em que diga que o Papa/vaticano doou qualquer coisa...

Não podemos esquecer que todas estas instituições humanitárias não governamentais têm de se sustentar financeiramente e dependem de pessoas como estas e outras para poderem executar os seus projectos.

Mary Brown, desculpa, isto já vai longo demais...
para terminar digo só que foi pertinente este tema como beleza.

A Madre Teresa de Calcutá, velhinha enrrugada, frágil como toda a gente conhece, foi de uma beleza rara para com a humanidade!

beijinhos
Ceres disse…
Mais uma vez reforças a mensagem que a beleza é aquela que mora nos nossos corações. A Madre Teresa de Calcutá será para todo o sempre um exemplo de vida, uma fonte de admiração, portentora de uma infindável beleza!
Brown Eyes disse…
Melga esses mesmo. Há quem diga que quem não está de acordo com a vida desses seres é frustrada. Este post serve para demonstrar que as pessoas que dão mais valor à beleza interior do que à exterior não são frustradas são humanas. O que interessa para elas é cultivar o interior. Quem melhor que esta senhora para vincar esta mensagem? Não me digam que ela era frustrada.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Ana exactamente. A beleza interior pode ser aprofundada, claro que sim, mas uma beleza deste tamanho já nasce com a pessoa.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
O teu comentário adiciona vários dados a este post. A princesa Diana foi uma vítima desta sociedade que dedicou parte da sua vida a auxiliar os necessitados.
Também tens razão quando mencionas que, apesar de tudo, há figuras públicas que auxiliam mais do que aqueles que o deviam fazer: O vaticano.
MZ esta mulher sempre me fascinou e quando penso nela vejo o quanto sou egoísta. Esta beleza não se compra, nasce connosco, em nós.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
Ceres é verdade. Se há coisa que me revolta neste mundo é as pessoas valorizarem o exterior. Isto é injusto. Há quem sofra tanto com esta injustiça! Admira-me também que não saibam que a aparência é uma mentira, a maior parte dos casos. Não é difícil hoje viver de aparências, pois não? Difícil é viver dentro da verdade.
Beijinhos e obrigada.
Paula disse…
Muito bom... cheio de curiosidades!

Adorei a escrita!

Beijão!!!!

(apeteceu-me exagerar, pronto!)

;)
Olga disse…
Sim, a beleza suprema. Não existe maior beleza que dar sem querer nada em troca. Mary este texto para mim está magnifico, e não encontro as palavras para o exprimir (acho que isto diz tudo!). Li algures que a Madre Teresa dizia "Nunca irei a uma manifestação contra a guerra. Se fizerem uma manifestação a favor da paz, convidem-me." Penso que não deve existir ninguém no mundo que não admire esta mulher, e se sinta tão pequeno quando pensa nela.
free_soul disse…
Esta mulher de que falas sempre me fez pensar de como teria sido capaz...admiro-a como sere humano em plenitude que é. E sim mais belo que ela é dificil...
Um beijo
Brown Eyes disse…
Paula se te apeteceu exagera. rsss
Beijinhos e obrigada
Brown Eyes disse…
Olga não conhecia esta frase dela que transmite muito da inteligência daquela mulher. "Nunca irei a uma manifestação contra a guerra. Se fizerem uma manifestação a favor da paz, convidem-me."
Obrigada pela tua participação.
Beijinhos
Brown Eyes disse…
free-soul como dizes é difícil que haja alguém mais belo que ela. Se olhássemos para ela, pela aparência diríamos que seria impossível que ela aguentasse a vida que teve. Tinha uma aparência tão frágil. Como a aparência engana.
Beijinhos e obrigada
Brown Eyes disse…
Um post só está completo com os vossos comentários. Neles muita informação é acrescentada e neste assim aconteceu. Como lembra a MZ, veladamente, e bem não podemos abordar um tema esquecendo algumas visões do mesmo. Não podemos deixar de dizer que há muita gente, embora mais pequena que a Madre Teresa consegue ser maior que outros. Quem contribui financeiramente com dádivas está, sem dúvida, a ajudar a resolver os problemas dos necessitados. Essa diferença não foi abordada mas, não deixa de ser importante.
Beijinhos a todos
Pedrasnuas disse…
O TEU TEXTO ESTÁ UMA BELEZA...FALA DE UMA GRANDE MULHER...UMA MULHER QUE DEU A SUA VIDA EM PROLE DOS MAIS DESFAVORECIDOS...TAL COMO JESUS CRISTO,É O EXEMPLO QUE MAIS SE ASSEMELHA AO DELE...
LAMENTAVELMENTE NÃO É O QUE A IGREJA FAZ...CONSTATAMOS QUE OS PADRES SÃO HOMENS QUE GOSTAM DE EXIBIR BELOS CARROS...MORAM EM CASAS ACONCHEGANTES E TÊM UMA EMPREGADA PARA LHE TRATAR DOS AFAZERES DOMÉSTICOS...É IMPORTANTE TER UM PARÓQUIA...VISITAR OS PAROQUIANOS QUE LHES SERVEM BELOS MANJARES EM SERÕES DIVERTIDOS.
E QUANTO MAIS SE ALIAREM AO PODER POLÍTICO MELHOR...NOS SERMÕES NÃO CONVÉM SE REFERIR AOS POBRES E INJUSTIÇADOS NEM AOS EMPRESÁRIOS RICOS...PORQUE CORREM O RISCO DE MUDAR DE PARÓQUIA...
COMPREENDO QUE CADA UM COM A SUA BELEZA...A MADRE TERESA DEU A SUA VIDA A UMA CAUSA NOBRE...ATENDEU À SUA VERDADEIRA VOCAÇÃO...NÃO SE PODE COMPARAR A ESSAS POPULARIDADES DO CINEMA QUE POR SEREM RICAS E ATÉ SER MODA, PODEM SE DAR AO LUXO DE ENVIAR DONATIVOS A INSTITUIÇÕES DE CARIDADE.

SE NASCESSES RICA ...ABDICARIAS DA TUA RIQUEZA PARA AJUDAR OS OUTROS ,SERIAS ALTRUÍSTA AO PONTO DE VESTIR UM SIMPLES SARI E CALÇAR UMA SANDÁLIAS E POR AÍ?

POR ACASO TENHO CASOS NA MINHA FAMÍLIA DE PESSOAS QUE DERAM O QUE TINHAM E O QUE NÃO TINHAM...ATÉ DE UMA BEM PRÓXIMA QUE DEIXOU TUDO E FOI VIVER PARA ÁFRICA NA ALTURA DA GUERRA E LÁ FICOU ATÉ AO FIM DOS SEUS DIAS...

EU PENSO QUE CADA UM À SUA MANEIRA DEVIA FAZER ALGO MAIS DO QUE AQUILO QUE APARENTA FAZER...E O MUNDO SERIA CERTAMENTE BEM MELHOR!!!

BEIJINHOS
Brown Eyes disse…
Pedrasnuas há sonhos meus que não gosto muito de falar porque podem ser mal interpretados mas se fosse rica não teria dúvidas em partir. Aliás já pensei nisso muitas vezes e não sei se um dia não o farei. Não é por acaso que eu tenho um amor especial por estas pessoas, não é por acaso que estas pessoas não me saem da cabeça. Ela e o Gandhi andam há anos no meu pensamento, como exemplos a seguir. Não sei se já notaste que a minha mensagem é contra o consumismo, o exibicionismo e a favor do amor. Se tivesse uma conta bancária na retaguarda e não tivesse uma família que amo já tinha partido. Um dia que perca o que agora me segura, a família, que também precisa de mim, talvez deixe de pensar e parta. Uma coisa péssima que traz a idade é isso: pensasse demais. Essa é a diferença que noto em mim. Lembraste de Timor? De pedirem gente para lá? Inscrevi-me mas, por azar, a minha licenciatura não era das necessárias e não me chamaram. Tinha sido um bom princípio e, naquela altura, não tinha nada que aqui me prendesse. Hoje penso demais e amo demais as pessoas com quem vivo e o amor prende-nos. O bem material não me interessa. Quem sabe um dia eu escreva sobre factos da minha vida que demonstram isso. Eu tenho-me modificado muito porque apesar de nunca ligar ao material comprava muitas vezes o desnecessário. Hoje não é assim. Quando sou tentada penso logo a seguir: para que preciso disto? Viro as costas e não compro. Já tenho demais e olhando para o que ela tinha, pouco mais que umas chinelas, fico envergonhada. Uma vida é demasiado importante para ser mal vivida. Abdiquei já de muitos bens materiais e alguns bem valiosos, adquiridos com bastante sacrifício. Jamais me verás a lutar por esse tipo de bens e se me vires é porque enlouqueci. Que também pode acontecer. Nós temos que pôr todas as hipóteses na nossa vida porque tudo é possível e ninguém pense o contrário. O que somos e pensamos hoje, amanhã pode já não ser verdade.
Beijinhos e obrigada pelo teu comentário.
Eva Gonçalves disse…
Não podia concordar mais contigo. :) Sempre me fascinou a figura da Madre Teresa.A beleza também está nessa capacidade de amar incondicionalmente o seu semelhante. Um linto texto de homenagem. Um beijinho
Brown Eyes disse…
Obrigado Eva. Beijinhos
Pedrasnuas disse…
COMPREENDO-TE MUITO BEM...E SABES PORQUÊ? SOU IGUAL A TI,POR ISSO CHAMAM-ME COMUNISTA...TAMBÉM SOU ANTI CONSUMO...A MINHA CASA PROVA-O BEM. TAMBÉM EM TEMPOS ESTIVE QUASE A IR...ATÉ FUI INCENTIVADA POR ESSA PESSOA DA FAMÍLIA...MAS ELA REFORÇAVA A IDEIA QUE FICARIA PARA UM DIA ...QUANDO A GUERRA TERMINASSE. O CENÁRIO ERA CHOCANTE E A MINHA VIDA PODIA CORRER RISCO...E FUI DEIXANDO ....ADIANDO... E DEPOIS SURGIRAM OUTRAS PESSOAS MUITO IMPORTANTES E QUE PRECISAM DE MIM...E SE AQUI HÁ QUEM PRECISE E MUITO DE MIM...AGORA NÃO FAZ SENTIDO DEIXAR QUEM MAIS AMO.

BEIJINHOS , OBRIGADA PELAS PALAVRAS E POR TE MOSTRARES
Brown Eyes disse…
ahahaha essa do comunista fez-me rir ÀS GARGALHADAS. Sabes porquê? Porque os meus pais era o que me chamavam por eu ter estas ideias DOIDAS como eles diziam. Devemos ter pontos em comum nas nossas vidas. Com estes diálogos, aqui na blogsfera, acabamos por concluir que as nossas vidas não são assim tão diferentes das de outras pessoas. A vida vai mudando mas havendo a ideia a oportunidade poderá surgir. Desde que haja vontade...Beijinhos
Bea. disse…
Que maravilhoso texto, e amar algo inrelevando a beleza, é a melhor coisa, porque a beleza é tão limitada ,já o interior pode ir bem mais além e mostrar que somos muito mais do que aparentamos.
um beijo grande.
lunatiK disse…
Viva
gostei muito do texto, onde mostras o verdadeiro sentido da beleza de cada um de nós.
Cumps.
Brown Eyes disse…
Obriada lunatiK por mais uma visita e por teres deixado a tua opinião. Beijinhos
Poetic GIRL disse…
Brown eyes hoje encontrei esta citação que aposto vais gostar...

Mother Teresa
"I am not sure exactly what heaven will be like, but I know that when we die and it comes time for God to judge us, he will not ask, 'How many good things have you done in your life?' rather he will ask, 'How much love did you put into what you did?'"
— Mother Teresa

bjs
Brown Eyes disse…
Bela obrigada por teres enviado esta frase dela. Esta frase mostra bem a vontade que ela tinha em agir, em ajudar. Não fazia para que Deus lhe agradecesse, fazia para que ela se sentisse bem com ela própria, por gosto.
Era uma mulher FANTÁSTICA.
Beijinhos
eleonora disse…
é um tipo de beleza com a qual a beleza exterior nunca poderá competir :)
muito bonito *
Brown Eyes disse…
eleonora obrigada pela visita e por deixado a tua opinião. Beijinhos
Di disse…
São os verdadeiros exemplos a seguir.
Di disse…
São os verdadeiros exemplos a seguir.
Brown Eyes disse…
Di são os verdadeiros exemplos a seguir mas aqueles que menos seguimos, não é? É que a facilidade não está no caminho que ela seguiu mas sim no que nós seguimos. Beijinhos
A.S. disse…
Querida... a beleza está no interior de cada um de nós!!! SEMPRE!!!


Um beijo
AL
Brown Eyes disse…
A.S. exactamente. É essa que nos fascina. Beijinhos
Eli disse…
Na verdade, de todos os textos que li, este é o que se enquadra na beleza verdadeira. Aquela que não se vê, mas sente-se atrás de acções e sentimentos!

:)
Brown Eyes disse…
Eli obrigada pela tua visita e pelo comentário que deixaste.
Beijinhos
Nuno G. disse…
bela homenagem com um oportuno contraste! parabens!

(www.minha-gaveta.blogspot.com)
Patty disse…
A história de Madre Teresa de Calcutá, é simplesmente uma história de amor pelo próximo. É pena que não haja mais pessoas como ela.
Adorei ler este texto.
Obrigado pela tuas vistas ao meu blog(e pelo teu apoio e pelas tuas opiniões) e ao da minha Jenny. Tu não sabes como ela ficou contente por receber a tua visita.
Bjocas
Patty
Paula disse…
Hoje reli o teu post... curioso como o estado de alma nos faz sentir de maneira diferente ainda que lendo o mesmo texto!

Sinto-me algo incomodada, ao ler o meu post tão banal no meio de todos estes comentários tão sentidos.

Não que o meu tenha sido menos, mas foi numa data de circunstâncias (que não mencionar) que conheci parte da vida desta Mulher, mas que confesso não valorizei dada a minha tenra idade, teria os meus 8 ou 9 anos... com o passar do tempo cheguei a ficar inspirada ao ponto de querer seguir para as missões que tanto apregoavam na escola católica onde andei durante 9 anos. Depois com a adolescência, mas sobretudo com a maternidade pude realmente compreender o Amor e a entrega desta Mulher!

Um abraço...

PS - Falo de ti no post de hoje no meu blog!

;)
Brown Eyes disse…
Paula é verdade que o nosso estado de alma pode modificar até a realidade mas, isso, acontece com todos nós. Por isso não te preocupes. Todos temos dias em que andamos menos bem, tenho alguns assim. O princípio do ano é muito propício a estados de alma menos optimistas mas, tudo passa.
Logo que tenha oportunidade passarei no teu cantinho. Beijinhos e obrigada.
Di disse…
Andas desaparecida! Que se passa? *Beijinho
Brown Eyes disse…
Di obrigada pela tua preocupação. Pois é Linda tenho andado muito cansadita, muito trabalho mas, logo logo vou visitar o teu cantinho, está bem? Beijinho grande
Gravepisser disse…
Feliz de quem é rico por dentro e por fora, como alguns desses famosos que ajudam quem precisa. Feliz de quem "chegou" a rico por mérito, a esses não os invejo eu...
Beleza existe um pouco por todo o lado, mas infelizmente, nem todos conseguem obter para si, um pouco dos seus benefícios... Muitos sequer nunca a conheceram, ou nunca aprenderam a encontrá-la. Feliz daquele que a conhece, e com ela vive em paz. (Mais um tema que tem muitíssimo que se lhe diga, e que pode ser interpretado de variadíssimas formas...)
Brown Eyes disse…
Gravepisser aqui a única coisa que se "inveja" é a grandeza da Madre Teresa. Este post poderia ser continuado até à exaustão, muito ficou por dizer mas, muito foi dito por quem o comentou. Obrigado por mais uma visita.
Andei quilómetros para te encontrar
e encontrei!

Madre Teresa é de uma beleza incontestável.
Não passa com o tempo, não é ilusão, é a Verdade bela e Eterna.

lindo texto!

Saudades,

M. Luísa
Quilometros percorri para te encontrar.

Madre Teresa
tem uma beleza
incontestável.

Não passa com o tempo,
não é ilusão efémera,
é a Verdade Eterna!

M. Luísa
Brown Eyes disse…
Maria Luisa não tenho tido oportunidade de visitar o teu cantinho. Tenho andado um pouco ocupada mas irei lá logo que possível. Obrigada pelo comentário.
Beijinho grande
Olhos Dourados disse…
Olá!

Sobre as botas,
tanto as botas como as camisolas se podem comprar nas lojas Decathon ou outras lojas do mesmo grupo, como a Koodza. Tem tudo para desporto e neve, muitas coisas até mais baratas do que na Sport zone. As botas até que nem foram caras, mas eu também calço número de criança. lol
Mas ainda lá há botas mais giras que dão para andar todos os dias, que nem parecem botas de ir para a neve.

Experimenta: http://www.decathlon.pt/PT/



Se preferires o link directo para botas de neve:

http://www.decathlon.pt/nettools/allsearch.search?siteId=6721215&language=PT&text=Botas%20de%20neve&central=11&orderBy=score&elementPerPage=16&content=FP-mosai&page=1
Brown Eyes disse…
OD obrigada. É que nesta zona há muita neve e já tenho vários pares de botas e todos escorregam. Vou dar uma vista de olhos. Beijinhos
made in ♥ love disse…
simplesmente ... Incrível.

Um beijinho
Eduarda
with ♥
Brown Eyes disse…
made obrigada pela visita e por teres deixado a tua opinião. Beijinhos
Di disse…
Adoro o novo look do blog :D Muito giro mesmo!
Beijinhos*
Brown Eyes disse…
Di resolvi aventurar-me e gostei do resultado. Beijinho grande
Poetic GIRL disse…
Uau que bonito que ficou!!!!!! adorei... bjs
Brown Eyes disse…
Está Lindo não está? Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Carnaval de Vermes

Fotoshop, para quê? Continuas Feia por Dentro!

Em primeiro lugar, vou pedir desculpa a quem costuma passar por aqui. Quem o faz sabe que há atitudes que me revoltam e que por isso...Vou desabafar. Tenho andado super, super indignada com certas publicações no facebook de uma pessoa que conheci há muitos anos, tantos que até já me esqueci. Trago essa pessoa atravessada porque foi e é, não acredito em milagres, a pessoa mais ordinária que conheci e que, infelizmente, tive que lidar de muito, muito perto. Há um tempo atrás descobri uma página dela no facebook (se cometer algum erro  não se admirem, sou uma dessas excepções que nada percebe sobre o facebook) e daí para a frente as publicações e até as páginas (os nomes também vão mudando) têm mudado (faz-me lembrar aquelas pessoas que passam a vida a mudar de número de telemóvel, sempre que querem fugir de alguém mudam de número de telemóvel). Muda tudo mas, a frase de apresentação vai mantendo o mesmo sentido, mais coisa menos coisa, a última é:
Sou amante do Universo, da paz, do conh…